Débora Falabella diz ser emocionante mostrar a TV da época de seu pai em 'Nada Será Como Antes'

A série agora será apresentada em formato de filme, na faixa do Supercine deste sábado (19)

Imagem: Reprodução/Instagram
Legenda: Falabella classifica "Nada Será Como Antes" como um dos seus trabalhos mais diferentes e interessantes, principalmente por ser uma atriz interpretando uma atriz
Foto: Reprodução/Instagram

A televisão brasileira completou, nesta sexta-feira (18), 70 anos desde sua estreia comercial na TV Tupi, e para celebrar a data diversos canais estão exibindo programas especiais neste final de semana. Entre as atrações não poderia ficar de fora a minissérie "Nada Será Como Antes?" (Globo, 2016), que ganha agora uma versão especial retratando esse período em que a TV era a nova tecnologia de ponta.

Repaginada especialmente para a data, a série agora será apresentada em formato de filme, na faixa do Supercine deste sábado (19), com Murilo Benício, 49, e Débora Falabella, 41, nos papéis principais. O diretor José Luiz Villamarim diz se sentir honrado por fazer parte desta celebração, e ressalta que, apesar de ter sido baseada em fatos reais, a produção tem nuances diferentes que merecem destaque.

"No fim dos anos 1950, por exemplo, a novela no Brasil era exibida duas vezes por semana. A nossa vai ao ar todos os dias", recorda ele. "Essa é a história de dois personagens que vivem todas as possibilidades de uma relação amorosa profunda, na época em que a televisão era uma aventura", afirma ele, se referindo aos protagonistas, que eram casados na vida real na época das gravações.

Murilo Benício dá vida ao personagem protagonista Saulo Ribeiro, um empresário apaixonado pelas novas tecnologias e pela comunicação –fazendo alusão a Assis Chateaubriand–, e afirma que a escolha da emissora em reprisar a série, agora em longa-metragem, foi bastante assertiva.

"A produção mostra o momento inventivo da televisão. Como era a primeira vez, os profissionais tinham de ter uma criatividade e jogo de cintura maior para tudo dar certo, para consertar um erro e torná-lo um acerto. A exibição agora é uma homenagem a tanto trabalho duro que as pessoas têm feito há tantas décadas pela nossa arte", diz o ator.

Já Débora Falabella interprete Verônica Maia, uma jovem atriz sonhadora que se apaixona por Saulo. "A minha expectativa é para entender como eles editaram a partir de um material tão grande, transformando uma minissérie em um telefilme. Tenho certeza que vai ficar muito lindo. Vou adorar assistir também para relembrar da série e da história que na época me cativou tanto."

A atriz classifica "Nada Será Como Antes" como um dos seus trabalhos mais diferentes e interessantes, principalmente por ser uma atriz interpretando uma atriz.

"Essa metalinguagem me interessou muito e foi muito emocionante por já trabalhar com TV há 20 anos e também por ter toda essa história do meu pai, que foi um ator desse início da TV. Pra mim, é uma história que tem muito valor em ser contada."

Apesar de Verônica viver em um contexto social diferente do de Falabella, já que a história se passa nos anos 1950, a atriz afirma que se identifica bastante com a personagem. Além do sonho e persistência em seguir a carreira artística, a coragem e as opiniões à frente de sua época fazem com que a Falabella considere Verônica uma mulher feminista -denominação que também usa para ela mesma.

"Ela lutava pelos seus direitos, tinha uma história difícil com o marido, que depois virou ex-marido, tinha também uma questão com o filho, que ela defendia de uma forma muito linda. Foi maravilhoso representar essa personagem, tenho um enorme carinho por ela."

Entretanto, a atriz diz acreditar que as mulheres continuem subjugadas pela sociedade. "Hoje em dia, acho que as mulheres estão mais unidas e mais fortes. Mesmo assim acho que nunca deixamos de lutar, desde essa época, nós temos muitas mulheres que já eram feministas, mesmo antes de existir o termo. Acredito que a Verônica era uma delas", explica.

Além de Murilo Benício e Débora Falabella –que na vida real se separaram no início do ano passado– "Nada Será Como Antes?" traz também no elenco Bruna Marquezine, Letícia Colin, Daniel de Oliveira, Cássia Kis, Bruno Garcia, entre outros. A versão em telefilme irá ao ar à 1h05 na madrugada de sábado para domingo (20), após o programa Altas Horas.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?