Cantor e compositor Cassiano, autor de 'Primavera', morre aos 77 anos

Ele faleceu em uma unidade de saúde no Rio de Janeiro

Cantor e compositor Cassiano, autor de 'Primavera', morre vítima da Covid-19
Legenda: Em 1960, o artista foi da Paraíba para o Rio de Janeiro. Fã de João Gilberto, ele iniciou a carreira musical em um trio de Bossa Nova
Foto: Reprodução

O cantor e compositor Cassiano morreu nesta sexta-feira (7), aos 77 anos de idade, no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, no Rio de Janeiro. As informações são do G1.

[Atualização à 0h45, de 08/05/2021] O Diário do Nordeste noticiou anteriormente, baseado no G1, que Cassiano morreu vítima da Covid-19. No entanto, o G1 errou ao informar a causa da morte, que não foi revelada. 

De acordo com nota divulgada pela instituição, Genival Cassiano dos Santos faleceu às 16h30 na unidade de saúde localizada na Zona Oeste da cidade. 

Trajetória

Em 1960, o artista foi da Paraíba para o Rio de Janeiro. Fã de João Gilberto, ele iniciou a carreira musical em um trio de Bossa Nova.

Mesmo não tendo gravado muitos discos como cantor, ele ficou conhecido como o criador de um estilo musical que viria a ser chamado de Brazilian Soul.

Sucessos

Cassiano foi compositor de várias músicas que se tornaram sucessos nas vozes de outros artistas.

Os principais foram gravados por Tim Maia, como "Primavera" e "Eu amo você". Marisa Monte, Djavan, Ivete Sangalo também ecoaram o talento do paraibano.

Entre as mais lembradas estão "A lua e eu", que virou trilha sonora da novela O Grito (TV Globo, 1975); e "Coleção", sucesso ao ser tocada na novela Locomotivas (TV Globo, 1977).

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?