Baiana System traz herança dos trios elétricos ao Carnaval de Fortaleza

Grupo baiano é uma das atrações do Carnaval de Fortaleza nesta segunda (24), no Aterrinho da Praia de Iracema. "Corrida Elétrica", novo single do grupo, celebra os 70 anos do trio elétrico

Legenda: Banda tem suas raízes também no cenário da axé music dos anos 1990
Foto: JL ROSA

Um dos principais berços da tradição do Carnaval no País, Salvador (BA) passa em 2020 pelos 70 anos da criação do trio elétrico de Dodô & Osmar. Outro ícone deste movimento, o guitarrista Armandinho se une aos músicos do Baiana System e, após o lançamento do single "Corrida Elétrica", na última sexta (14), segue afinado aos rumos da nova música baiana.

Com essa referência, o Baiana System retorna a Fortaleza e se apresenta na próxima segunda (24), às 22h30, no Aterrinho da Praia de Iracema, pela programação oficial do Carnaval. Um ano depois do lançamento do último álbum, "O Futuro Não Demora", Russo Passapusso (voz), Beto Barreto (guitarra), Seko Bass (baixo e programações) e Japa System (bateria e percussão) recriam o tempo inteiro suas performances de palco, e agora colhem a resposta do público sobre uma sequência de lançamento de três singles.

De dezembro até aqui, o Baiana System lançou, nas plataformas digitais, as músicas "Cabeça de Papel", "Miçanga" e "Corrida Elétrica". Para a produção desta faixa, com Armandinho, os músicos articularam um laboratório de ideias ao lado do mestre da guitarra baiana.

"Ele acompanha o Baiana System desde o início. A gente queria produzir um material inédito, tanto pela guitarra baiana, nosso ponto de encontro, como pelas bases eletrônicas, que não são comuns (aos mestres do trio). Fizemos várias sessões de criação", recapitula Beto Barreto.

"Miçanga" já tinha aparecido, em trechos, nos shows mais recentes do Baiana System. Em parceria com Antônio Carlos & Jocafi, Russo Passapusso procurou finalizar a letra da nova música.

O single foi lançado no último dia 24 de Janeiro. "Miçanga na verdade é da mesma sequência de 'Cabeça de Papel'. 'Corrida Elétrica' já tem mais relação com a proximidade do Carnaval", pontua Beto. Com o lançamento de "O Futuro Não Demora", o Baiana System consolidou o palco como um espaço de experimentação.

A turnê do disco virou "Sulamericano Show" e, por conta dessa permissão para o improviso, Beto Barreto não oferece uma receita do que seria o show em Fortaleza. "Nosso show é uma experiência de relação com o público, com as coisas que a gente produz e agrega ao que já tem", diz o guitarrista.

Música baiana

Referência da cena contemporânea da música da Bahia, o Baiana System tem suas raízes também no cenário da axé music dos anos 1990.

Beto Barreto foi guitarrista da Timbalada, criada por Carlinhos Brown, e hoje acha "curioso" como os blocos carnavalescos celebram o repertório que engloba a obra de artistas de Salvador estourados nesse período.

"A coisa toda do axé, como movimento de música, de uma coisa da indústria que envolvia o Carnaval, foi muito criticada naquela época. E a gente sentiu muito isso, aqui em Salvador, porque (a crítica) acabou escondendo algumas coisas de valor, que passaram despercebidas", observa o músico.

Beto lembra que, com todo o sucesso da axé music, os blocos afros da periferia de Salvador tiveram bastante projeção.

"Isso é um fenômeno. De tempos em tempos, as pessoas começam a revisitar as décadas e aquelas coisas, que antes incomodavam, agora agradam", completa o guitarrista.

Carnaval de Fortaleza
Polo Aterrinho da Praia de Iracema

Av. Beira Mar, S/N – Meireles
De sexta a terça-feira (21 a 25/02)
Das 18h à 0h. Gratuito

Sexta-feira (21/02)
Sambadelas (18h), Baile Preto com Luiza Nobel (19h30), Bloco das Travestidas (21h), Mart’nália (22h30). Djs: DJ Fish e Bloco do Vinil.

Sábado (22/02)
Casa Maré (18h), Superbanda (19h30), Preto e Café (21h), Lenine (22h30). Djs: DJ Gomes e Bloco do Vinil.

Domingo (23/02)
Roberta Fiúza (18h), Luxo da Aldeia (19h30), Os Transacionais (21h), Gilberto Gil (22h30). Djs: DJ Bruna Queiroz e Maestro Mecânico e Bloco do Vinil.

Segunda-feira (24/02)
Banda Dubaile (18h), Pedro Falcão e Sertônica (19h30), Camaleões Selvagens (21h), BaianaSystem (22h30). Djs: DJ Adrian Brasil e Bloco do Vinil.

Terça-feira (25/02)
Renno (18h), Renato Black (19h30), Os Alfazemas (21h), Bloco do Silva (22h30). Djs: DJ Bruna Queiroz e Maestro Mecânico e Bloco do Vinil.