Artesãos podem se cadastrar para receber auxílio ou para participar de editais, confirma Secult

Lei Aldir Blanc destinará recursos para artesãos e organizações culturais que perderam renda por conta da pandemia

Legenda: O auxílio emergencial será dividido em cinco parcelas de R$ 600
Foto: Camila Lima

Artesãos cearenses podem solicitar para receber auxílio e participar de editais até o próximo dia 9 de outubro. Por conta da Lei Aldir Blanc, que servirá como alternativa por conta da crise do novo coronavírus, o Estado do Ceará recebeu a quantia de R$ 138,6 milhões, na qual serão destinados R$ 71 milhões ao Estado e R$ 67 milhões aos municípios.

De acordo com a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, a Secult, o auxílio emergencial será dividido em cinco parcelas de R$ 600 e a solicitação pode ser realizada pelo site oficial.

Para os que desejam receber o benefício, é necessário comprovar atividades nos 24 meses anteriores à data de publicação da Lei, feita no dia 30 de junho deste ano Além disso, ser maior de 18 anos, ter renda mensal per capita de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou uma renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.135).

Ainda de acordo com a Secult, a atenção dos artesãos deve estar voltada para os editais lançados neste momento. Feiras de arte e artesanato, organizações da sociedade civil, associações e outros espaços com finalidade cultural poderão ser contemplados com um subsídio entre R$ 3 mil e R$ 10 mil por três meses.

 

 

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?