Após medidas pela Covid-19, viajantes já fizeram as malas ou planejam os próximos destinos

Longe das rotas internacionais, muitos têm optado por redescobrir destinos no Brasil

Legenda: Cláudio Vitor escolheu São Luís como destino para comemorar o próprio aniversário e o de um amigo
Foto: arquivo pessoal

Planos frustrados e reconfigurados. Em meio a um ano atípico, o mundo se reformulou diante da pandemia da Covid-19 e, junto com ele, veio a necessidade de readaptação para seguir os preceitos dos novos hábitos. Tem sido assim com o mais básico, como lavar as mãos ou usar máscaras, e continua sendo com os grandes planejamentos feitos ao longo da vida, como realizar uma festa de casamento, por exemplo, ou simplesmente viajar.

Entre os que têm como divertimento o ato de conhecer novos lugares, seja no Brasil e até fora dele, se tornou quase impossível locomover-se nos primeiros meses de 2020, situação diferente, agora, junto do afrouxamento das contenções feitas em relação à doença.

Para Cláudio Vitor Santana Saraiva, de 24 anos, depois de meses em isolamento, a decisão de viajar veio logo após a possibilidade da remarcação do voo surgir, já que muitos voltaram a ser retomados pelas companhias aéreas. "Eu já iria para São Luís em janeiro deste ano e acabei perdendo a chance na época", conta ele, aos risos, por lembrar do momento do adiamento da ida ao Maranhão.

Logo depois, quando os "lockdowns" se tornaram palavra de regra na maior parte do País, ele se viu impossibilitado de utilizar a passagem até então perdida. "Só há algumas semanas percebi que seria possível viajar tomando todos os cuidados e lembrei da aproximação da data do meu aniversário. Também vai ser o aniversário de um dos meus melhores amigos, além de São Luís ser a minha cidade favorita até hoje", comenta o jovem arquiteto.

Não só isso entrou na balança. Além de poder finalmente viajar, outro motivo pareceu pertinente para Vitor: a vontade de celebrar a vida depois de contrair o novo coronavírus e os questionamentos sobre como tudo seria no futuro.

"Tive os sintomas e descobri a doença nesse período. Desde então, com toda a loucura que tem sido, decidi não perder a oportunidade. Não acredito que tomei a decisão de fazer o planejamento por conta da quarentena, mas ela me fez ter o clique de não deixar a vida passar", diz, ao também ressaltar a preocupação com as medidas sanitárias a ser tomadas quando se está fora de Fortaleza.

Com as reflexões feitas, no entanto, ele acabou encarando a realidade imposta após tanto tempo restrito. Em relação aos preços, por exemplo, percebeu o aumento dos valores das passagens - que duplicaram em comparação ao pesquisado no meio do ano -, das malas, e até mesmo dos pacotes turísticos para visitar a cidade maranhense. Ainda assim, resolveu fazer a viagem por "acreditar que vale a pena e pela situação já mais controlada por aqui".

Pelo Ceará

A publicitária Jeanne Gomes, 31 anos, também pensou parecido. Todos anos com uma "tradição" de viajar durante o mês de setembro, resolveu adaptar-se ao novo momento. Na lista de possíveis destinos colocou locais admirados há tanto tempo e acabou fazendo as malas para partir até Icapuí. "Já estava me planejando para ir até o Peru, mas ficou inviável, então acabei decidindo fazer algo curtinho, sem muito deslocamento", explica sobre continuar preocupada com a Covid.

Legenda: Para Jeanne, o Icapuí foi o destino perfeito para aproveitar poucos dias das férias
Foto: arquivo pessoal

No total, quatro dias foram separados por ela para aproveitar o litoral. A decisão veio como um "estalo", quando admitiu internamente que "não gostaria de passar todo o mês de férias dentro de casa".

"Digo que meu planejamento foi mais sobre desistir de planejamentos", brinca. "Percebi que as coisas estavam mais tranquilas tanto por aqui como por lá, não existia mais a barreira sanitária, e eu mesma já tinha tido a doença, ainda que sem sintomas", explica.

Decidida, Jeanne conta ter escolhido um hostel pequeno para se hospedar, no qual dividiu um quarto com outra moça, e se encanta ao falar sobre ter conhecido praias como Peroba e Redonda, clássicas de Icapuí. "Eu gostei e fiquei surpresa com tudo. Engraçado pensar nisso. No começo do ano, pensei que estaria no Peru nessa época e aqui tinha uma cidade que eu não conhecia e nem sequer estava nos meus planos", confirma. Segundo ela, a vontade agora é de com certeza fazer um retorno ao local em algum momento.

Protocolos

Diante da retomada no setor do turismo, empresas aéreas e especializadas em pacotes de viagem estabeleceram regras para os próximos meses. Enquanto a vacina contra a Covid-19 não chega, distanciamento em ônibus e aviões continua sendo aplicado, ainda que não exista uma lei para a regulamentação, máscaras faciais seguem como item de uso obrigatório e dispensas de álcool em gel são avistados em qualquer aeroporto ou rodoviária.

No meio disso tudo, os brasileiros parecem repensar os tais planejamentos. Viajar para fora do País ainda está sendo complicado - na Europa as restrições continuam, com exceção de poucos países como a Croácia, que aceitam a entrada com apresentação de teste negativo - e os destinos nacionais subiram ao topo das pesquisas. De acordo com levantamento da Hoteis.Com, Fortaleza até figura como o destino procurado por 32% dos viajantes de todo o Brasil atualmente.

No entanto, nem sempre o cuidado pessoal é regra. Jeanne, por exemplo, conta ter visto muitas pessoas despreocupadas com a doença por onde passou. "Confesso que vi muita gente sem máscara nas ruas, sem respeitar o distanciamento. Em compensação, o local no qual me hospedei tinha regras delimitadas e me senti segura lá, mesmo acreditando que o cuidado mantido em casa é o ideal", diz.

No caso de Vitor, os cuidados também não são esquecidos. "Em São Luís, penso muito em escolher praias mais distantes, sem tanto movimento. São cuidados que já tenho aqui, de manter o distanciamento social e de evitar as aglomerações também, tudo muito certinho", opina ele.

No fim das contas, o tal do "novo normal", ambos apontam, também se apresenta como necessário nesses momentos de lazer e parece pronto para perdurar por mais algum tempo.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?