Acupunturista ensina como cuidar dos pés

De receitas caseiras a tratamentos especializados, profissionais da área orientam sobre os cuidados com os pés, membros responsáveis por manter o equilíbrio do corpo ao longo da vida

Escrito por Redação,

Verso

Base de sustentação de toda estrutura física humana, os pés precisam de cuidados próprios para manter a saúde em dia. Localizados na parte inferior do corpo, por vezes ficam esquecidos, entretanto estão sempre expostos às adversidades, capazes inclusive de comprometer o seu bem-estar.

Calo, unha encravada, ressecamento, chulé são só alguns dos incômodos que podem ocorrer por conta da falta de cuidados com os pés, responsáveis por carregar "um peso", literalmente, ao longo do dia.

Diante de uma rotina que exige várias passadas e um extenso tempo na posição em pé, a copeira Maria Assunção procura manter a saúde sempre em ordem, a começar pela sustentação do seu corpo. Em intervalos quinzenais, ela faz limpeza, esfoliação, massagem e escalda-pés.

"Gosto de fazer isso para relaxar. Meus pés parecem outros quando termino o tratamento, ficam macios e com sensação de leveza. Também cuido das minhas unhas ", compartilha a experiência Maria Assunção.

Para a podóloga Renata Ribeiro, hábitos como o de Maria são essenciais para manter a qualidade de vida e evitar maiores problemas, a exemplo de ressecamento, calosidade, rachaduras e doenças causadas por fungos.

A profissional ressalta ainda que a prevenção é a melhor atitude. Para tanto, indica alguns cuidados básicos para serem colocados em prática mesmo diante de uma rotina corrida.

O uso diário de calçados fechados, por exemplo, pode ocasionar incômodos como a bromidrose, conhecida popularmente como "chulé". Nestes casos, Renata sugere o uso de meias antes de calçar os sapatos, devendo ser trocadas todos os dias. Além disso, aconselha a borrifar uma mistura simples à base de álcool com cravo-da-índia, e depois deixar o calçado exposto à ventilação por algumas horas.

Já para quem sofre de ressecamento dos pés, a podóloga recomenda a esfoliação e a hidratação diária. Em casos de rachaduras graves, nas quais podem ocorrer sangramento, é preciso procurar um profissional da área para tratamento específico. Após o banho, Renata Ribeiro sugere secar bem entre os dedos dos pés. E, ainda, manter as unhas sempre cortadas e higienizadas.

Toque suave

Outra alternativa para o cuidado com os pés é a reflexologia podal. A técnica, de origem da Medicina Tradicional Chinesa, está relacionada às ligações dos microssistemas localizados nos pés e os seus efeitos refletidos no corpo.

De acordo com a fisioterapeuta e acupunturista Aline Brito, especializada em reflexologia, a falta de atenção aos pés pode gerar um desequilíbrio energético e assim formar pontos de tensão na região. O caminho também pode ser inverso, ou seja, um problema nas costas é capaz de gerar tensão nos pés.

Segundo a acupunturista, quem usa com frequência sapatos com bico fino ou sandálias muito altas, vai acabar agredindo os pés. Isso pode refletir em calos ou mesmo pontos de tensão. A partir da aplicação da técnica chinesa, feita por meio de massagem localizada nos microssistemas, as tensões serão desfeitas. Com movimentos circulares e pequenas pressões, aos poucos os pontos tensionados vão se diluindo.

Outro artifício utilizado na reflexologia é o escalda-pés. O banho, composto de água morna, ervas e aromas, proporciona relaxamento, melhora a qualidade do sono e ainda auxilia na circulação sanguínea. E contribui, ainda, na redução de edemas, conhecidos popularmente como "inchaço", ocasionados geralmente por passar muitas horas em pé.