Programa de inovação digital tem inscrições abertas para empreendedores e startups

As inscrições para o Programa Corredores Digitais 2020, do Governo do Estado, vão até o dia 11 de outubro

Legenda: Programa busca impulsionar desenvolvimento de negócios no Estado
Foto: Shutterstock

O Programa Corredores Digitais 2020 está com as inscrições abertas até o próximo dia 11 de outubro para a composição de 250 novos times. O programa é realizado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará (Secitece).

Os interessados devem se inscrever pelo site do programa (https://corredoresdigitais.heyholetsgo.com.br/) e podem participar de duas modalidades: a de criação de negócios, em que serão selecionados até 200 projetos para um ciclo de aprendizado prático em empreendedorismo e inovação; e a de tração de negócios, em que até 50 startups podem participar para difundir o produto no mercado.

Entre os diferenciais para concorrer às vagas, serão considerados a utilização de tecnologia diferente dos correntes, atendimento à grande oportunidade comercial, solução de problemas que atingem um número elevado de pessoas e apresentação de caminho plausível para a comercialização 

Entre os benefícios para os participantes, estão a capacitação através de oficinas e palestras presenciais e virtuais, mentorias individuais e coletivas, networking com membros relevantes do ecossistema de empreendedorismo, metodologia própria para tornar ideias em soluções e negócios viáveis, infraestrutura própria e benefícios de parceiros.

Times

Na categoria de Criação de Negócios, os times podem conter de dois a três membros a partir de 16 anos de idade. É preciso morar no Ceará e ter nível médio, técnico ou superior.

Os interessados precisam ter uma ideia, pesquisa ou invenção científica/tecnológica em estágio pré-operacional. Também é necessário que o produto tenha algum conceito que adote a tecnologia digital com maior potencial de contribuição para o desenvolvimento econômico.

Já os interessados na modalidade Tração de Negócios devem possuir um protótipo pronto para ser testado no mercado, que também deve incorporar a tecnologia digital. Além disso, o grupo deve ter como objetivo a atuação da startup em setores estratégicos da economia do Ceará.

Em edições passadas, o projeto movimentou mais de R$ 1 milhão de faturamento em 14 regiões do Estado, com o apoio de 650 ideias, dentre as quais 170 novas tecnologias e modelos de negócios foram geradas.

Quero receber conteúdos exclusivos do Vem Empreender

Assuntos Relacionados