Opinião: Qual o cenário para a comunicação corporativa pós-Covid-19?

Leia artigo da professora Tereza Monnica X. Bacelar de Carvalho

O cenário atual tem exigido dos gestores uma adaptação  realidade imposta pela Covid-19 impondo a todos uma emergente necessidade de informar as mudanças de rotinas e procedimentos organizacionais que impactaram, no mundo todo, a forma de se comunicar, de se informar. A ações passaram a ser totalmente virtualizadas, antecipando uma tendência futura, como por exemplo, trabalhar em home office. 

Apesar de não ser uma ação inovadora, devemos considerar que o número de colaboradores trabalhando no modo remoto durante a pandemia cresceu, e as empresas precisaram se (re)planejar para continuar suas atividades em diferentes segmentos de negócios e serviços. 

Essa necessidade urgente reconheceu a importância dos valores humanos e sustentáveis à medida que novas rotinas tiveram que ser colocadas em prática para atender as exigências desse novo mercado.  

Novos desafios são impostos e as organizações precisam repensar suas prioridades e estratégias de comunicação visando o futuro. O enfoque deve ser a comunicação interna com o objetivo de fortalecer a missão, visão e valores junto aos colaboradores, e como esse processo deverá acontecer para a continuidade dos negócios e/ou serviços. As rotinas serão desenvolvidas com ferramentas tecnológicas mais eficientes, reduzindo custos, por meio de formatos diferenciados de conexão. 

(Re)inventar a comunicação interna e externa representa ressignificar a forma como a empresa vai fortalecer a sua identidade e sua marca no mercado, junto aos seus clientes internos e externos, concorrentes, investidores, etc., com novas estratégias que permitam direcionar novos caminhos.  

O momento exige uma abordagem mais humanizada para entender o impacto dessa pandemia na comunicação corporativa, com desenvolvimento de rotinas e procedimentos mais assertivos, focando na contextualização do momento e ressaltando a cultura e o posicionamento da empresa junto aos concorrentes.

Fazer uso das mídias digitais é um recurso que permite acompanhar os indicadores externos que auxiliarão na tomada de decisão estratégica. O monitoramento das informações irá permitir o mapeamento das tendências e oportunidades, bem como o comportamento dos concorrentes, elegendo a melhor alternativa de sobrevivência do negócio ou serviço disponibilizado no mercado. 

Como planejar o futuro da comunicação pós-Covid-19? Novos comportamentos e hábitos exigirão um maior empenho por parte dos gestores na fidelização de seus clientes e/ou futuros clientes que permitam a construção/fortalecimento da imagem junto ao seu público.

O isolamento mostrou que novos hábitos de consumo constituem o maior desafio que as empresas estão enfrentando, bem como o impacto econômico resultante da pandemia.
  

A implementação de uma cultura que estimule seu colaborador para o desenvolvimento de novas habilidades é um diferencial, bem como transformar os eventos corporativos em “lives”, acelerando a transformação digital. 

O mundo do trabalho tem arranjos flexíveis promovidos pelo trabalho remoto, provocados pelo ritmo dos negócios que mudou drasticamente a realidade organizacional, seja pelas reuniões para tomada de decisão, seja pelas rotinas que podem perfeitamente ser desenvolvidas em outro ambiente que não seja na empresa, permitindo ao colaborador controle no gerenciamento de suas funções.  

Na comunicação corporativa devemos observar que a incerteza com o cenário presente conduz muitos gestores a rever suas estratégias para não colocar em risco toda a reputação construída, e planejando o futuro próximo inovador. 

Tereza Monnica X. Bacelar de Carvalho 

Mestre em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza. Professora da Universidade de Fortaleza no curso de Administração. Atua como consultora organizacional. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração de Recursos Humanos, atuando principalmente nos seguintes temas: qualidade, estratégia, conhecimento, capital intangível e inteligência competitiva. 

Ouça o quarto episódio do podcast Vem Empreender:

Powered by RedCircle

Quero receber conteúdos exclusivos do Vem Empreender