Pai morre esmagado em acidente ao tentar salvar filho em Altos, no Piauí

Mariano José Tenório Filho, de 60 anos, faleceu ao tentar tomar a direção do carro do filho nesta terça-feira (29)

Imagens de acidente em Altos, no Piauí
Legenda: Acidente envolveu um carro, outra carreta e o muro de uma residência
Foto: Anielle Brandão/TV Clube

O piauiense Mariano José Tenório Filho, de 60 anos, faleceu nesta terça-feira (29), após acidente de carro com o filho, Mariano José Tenório Neto, de 32 anos. O caso foi registrado na cidade de Altos, mais precisamente na BR 343, no que teria sido a tentativa do pai de salvar o filho.

Segundo publicação do portal G1, Mariano Filho estava com a esposa e Mariano Neto no carro do acidente. Em determinado momento, desceu do carro com a mulher, enquanto o filho tomou a direção do carro.

A Polícia Militar de Altos informou que o rapaz faz acompanhamento psicológico e, por conta do filho na direção, o pai tentou impedi-lo.

Em meio a uma briga para recuperação a direção, o veículo invadiu a contramão, deixando o homem de 60 anos em suspensão na porta do carro.

Legenda: A colisão com o muro resultou na morte do senhor de 60 anos
Foto: Anielle Brandão/TV Clube

Suposições da PM apontam que Mariano Filho teria puxado a direção do veículo das mãos de Mariano Neto, na tentativa de impedir a colisão com uma carreta, mas deixando o carro bater em um muro próximo.

Descontrole psicológico

O relato da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostra que Mariano Neto teve um surto psicótico quando tomou posse do veículo. O pai, Mariano Filho, acabou esmagado entre a picape e o muro de uma residência.

Com o registro da ocorrência, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) compareceu ao local, mas o pai não resistiu aos ferimentos. Enquanto isso, o filho sofreu ferimentos leves. 

Logo após o acidente, ele foi conduzido pelos policiais ao Hospital Psiquiátrico Areolino de Abreu por apresentar distúrbios mentais. 

Já o motorista da carreta, que também foi atingida durante o momento, e não apresentou lesões, foi encaminhando à Central de Flagrantes para relatar a questão.