Por lei, orquídea vira flor símbolo do Rio Grande do Norte

Cattleya Granulosa, espécie nativa potiguar, será divulgada em documentos oficiais e terá ações de preservação

Legenda: Orquídea Cattleya Granulosa Lindley foi reconhecida como a flor símbolo do Rio Grande do Norte

O Diário Oficial potiguar publicou, nesta sexta-feira (17), a lei nº 10.508, sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT), reconhecendo como flor símbolo do Estado do Rio Grande do Norte a Orquídea Cattleya Granulosa e definindo que o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA) promoverá ações voltadas a divulgar a flor em seus documentos oficiais, além de ações  de conservação, valorização e preservação.

Aprovada pela Assembleia Legislativa, a nova legislação foi proposta pela Associação Orquidófila do Rio Grande do Norte (SORN) e encaminhada pela Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte, por meio de sua Procuradoria de Patrimônio e de Defesa Ambiental, com apoio do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA).

A planta é encontrada em toda a faixa leste do litoral do RN, de Baía Formosa a Touros. “A partir deste reconhecimento, as pessoas terão outro olhar para essa flor, além de a legislação colocar o estado dentro da perspectiva da sociedade sustentável”, declarou o orquidófilo Edison Matos, presidente da SORN, que entregou um exemplar da referida planta à governadora.

Fátima Bezerra elogiou a iniciativa da entidade. “Para mim é um prazer reconhecer a Cattleya como flor símbolo do RN”, afirmou a governadora.

As despesas decorrentes da implementação da lei serão custeadas "por intermédio de dotações orçamentárias consignadas na Lei Orçamentária Anual (LOA) em favor do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA)",  prevê o texto.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil