Pais são presos por torturar filha de sete meses no RJ; bebê era mordida e queimada

Médicos desconfiaram que a menina era maltratada e acionaram assistentes sociais, que chamaram a Polícia em Niterói

Fachada do 78º DP em Niterói
Legenda: A dupla foi encaminhada ao 78º DP de Niterói e confessou o crime
Foto: Reprodução

Um homem e uma mulher foram presos neste sábado (23) em Niterói, no Rio de Janeiro, acusados de torturar a filha de sete meses. A menina apresentou diversas fraturas no corpo, entre elas marca de unhadas, mordidas e queimaduras semelhantes às de cigarro. 

A dupla foi capturada no Hospital da Fonseca, na zona norte de Niterói, após médicos desconfiarem de maus-tratos e acionarem a assistência social. As informações são do g1 RJ.

Os pais foram encaminhados por policiais ao 78º Distrito Policial (DP), onde, em depoimento, confessaram que maltratavam a filha já há algum tempo

Perícia foi acionada e confirmou lesões corporais provocadas por meio cruel e tortura contra a bebê. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil