Anvisa proíbe venda de chocolate Elite por suspeita de Salmonella

Agência anunciou o recolhimento imediato dos produtos

Chocolate Elite é proibido pela Anvisa no Brasil
Legenda: A autarquia recomenda que os produtos da Elite não sejam consumidos
Foto: Reprodução

Está proibida a circulação dos chocolates da marca israelense Elite no Brasil por suspeita de contaminação por Salmonella, conforme decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na noite de sexta-feira (13).

De acordo com a Agência, o comércio, a distribuição, a importação e o uso no País estão proibidos, além do recolhimento imediato dos produtos.

"A medida se aplica a todos os lotes e foi motivada por alerta internacional de recolhimento por possível contaminação por Salmonella", informou a Anvisa, em nota.

Além disso, a autarquia recomenda que os produtos da Elite não sejam consumidos e que se “entre em contato com o estabelecimento onde foi adquirido para as providências necessárias”.

No Brasil, os produtos são importados pela empresa Rodin Importação Exportação e Comércio de Produtos Alimentícios Ltda.

Segundo o portal Metrópoles, chocolates e outros produtos como biscoitos, chicletes, wafer e balas da empresa também foram proibidos em diferentes países.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados