Tempestade de areia de 100 metros de altura 'engole' cidade turística de Dunhuang, na China [vídeo]

Visibilidade da cidade, próxima ao deserto de Gobi, ficou em torno de cinco metros em algumas áreas

Dunhuang tomada por tempestade de areia
Legenda: Nuvem de areia chegou a atingir altura de cerca de 100 metros
Foto: STR/CCTV/AFP

A cidade de Dunhuang, à beira do deserto de Gobi, na China, foi "engolida" por uma tempestade de areia no último domingo (15). O local foi envolvido em um impressionante "muro de areia" de cerca de 100 metros de altura e chegou a desaparecer por alguns momentos.

Considerada turística, a cidade é um entreposto da "Rota da Seda", na província de Gansu. A nuvem de areia e poeira deixou o céu amarelo e reduziu a visibilidade para menos de cinco metros em algumas áreas. A Polícia local precisou atuar para controle de tráfego em ruas da cidade.

Como a tempestade surgiu

Um morador identificado como Zhang relatou ao veículo de comunicação local Jimu News, que a nuvem de areia chegou repentinamente e atravessou a cidade em cinco ou seis minutos.

"Eu não conseguia ver o sol", disse a testemunha, acrescentando que Dunhuang não sofria com tempestades do tipo com essa magnitude havia vários anos. "No início, fui envolvido pela poeira amarela da tempestade, depois ficou vermelha e finalmente preta", afirmou.

De acordo com a agência de notícias estatal China News Service, tempestades de areia são comuns na região do deserto de Gobi durante a primavera, mas não no verão.

Atrações de Dunhuang

Dunhuang foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 1987. Dentre os pontos turísticos do local, estão as Cavernas de Mogao, conjunto de templos budistas decorados com murais de pinturas e várias esculturas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo