Senadora de oposição a Morales se proclama presidente da Bolívia em sessão legislativa sem quórum

Antes disso, ela havia se autoproclamado presidente da Câmara Alta, por conta da ausência da titular da instituição e do primeiro vice-presidente, supostamente exilados na embaixada de México na Bolívia

Legenda: "Queremos convocar eleições o mais rápido possível", discursou Añez
Foto: Foto: Aizar Raldes / AFP

A senadora Jeanine Añez se proclamou nesta terça-feira (12) presidente interina da Bolívia em uma sessão legislativa que não contava com o quórum em nenhuma das Câmaras, alegando "a necessidade de criar um clima de paz social" no país.

Añez, segunda vice-presidente do Senado, havia se autoproclamado momentos antes presidente da Câmara Alta, por conta da ausência da titular da instituição e do primeiro vice-presidente, supostamente exilados na embaixada de México na Bolívia. 

"Queremos convocar eleições o mais rápido possível", discursou Añez. 

A Constituição estabelece que, após a renúncia do presidente Evo Morales (domingo), o vice-presidente, o presidente do Senado ou o presidente da Câmara dos Deputados deve assumir a sucessão, mas todos também renunciaram a seus cargos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados