Quase mil pessoas são infectadas por Covid-19 em festival de música na Holanda

Número deve aumentar nos próximos dias devido ao número de pessoas em evento

Festival aconteceu por dois dias em julho deste ano
Legenda: Festival aconteceu por dois dias em julho deste ano
Foto: Reprodução/Instagram

A Holanda sofreu com aumento de casos da Covid-19 por meio de um festival de música eletrônica, em julho deste ano. Cerca de mil pessoas foram infectadas pelo coronavírus em um evento na cidade de Utrecht, no início do mês, informaram as autoridades locais na semana passada.

Ao todo, cerca de 20 mil pessoas assistiram aos dois dias de shows em espaço aberto do Festival Verknipt, em 3 e 4 de julho. Do total, ao menos 448 pessoas se infectaram no primeiro dia do evento, e outras 516 no segundo dia.

Os visitantes tiveram de apresentar certificados de vacinação ou testes negativos de coronavírus em evento
Legenda: Os visitantes tiveram de apresentar certificados de vacinação ou testes negativos de coronavírus em evento
Foto: Reprodução/Facebook


Em comunicado no Facebook, a organização do evento informou se sentir chocada com os casos de Covid-19. "Fizemos tudo o que podemos para evitar que isso aconteça. Além disso, instalamos cercas extras altas para evitar que outros visitantes entrassem sem bilhete, distribuímos máscaras na saída dos ônibus e tornamos obrigatório o uso dessas máscaras".

Os visitantes tiveram de apresentar certificados de vacinação ou testes negativos de coronavírus. O ingresso foi controlado para evitar aglomerações, disseram os organizadores.

Medidas sanitárias

O governo da Holanda retirou quase todas as medidas de combate à pandemia em 26 de junho, e voltou a permitir grandes eventos – desde que os visitantes apresentassem um teste negativo, ou comprovassem que foram vacinados.

O primeiro-ministro Mark Rutte admitiu, em 12 de julho, ter sido um erro o governo retirar a maioria das restrições para contenção da pandemia de Covid-19.

A recente alta nas infecções é atribuída pelas autoridades aos jovens, com focos registrados em festivais, discotecas e bares. O governo reagiu e ordenou o fechamento de alguns espaços, bem como regras mais rígidas para bares e cafés.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados