Ofensiva turca na Síria desloca 160.000 pessoas, segundo a ONU

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse em comunicado que está seriamente preocupado pela evolução da situação no norte da Síria

Legenda: Guterres pediu também "a máxima moderação" e que qualquer operação militar respeite os civis
Foto: AFP

A ofensiva militar turca na Síria provocou o deslocamento de pelo menos 160.000 pessoas, informou nesta segunda-feira em comunicado o secretário-geral da ONU, António Guterres, que pediu "uma redução imediata das tensões".

Guterres disse em comunicado que está seriamente preocupado pela evolução da situação no norte da Síria. Ele ainda pediu "a imediata redução das tensões e convocou todas as partes a resolver seus problemas de maneira pacífica". Ele pediu também "a máxima moderação" e que qualquer operação militar respeite os civis.

O secretário-geral expressou ainda sua preocupação pela possível libertação de combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e pediu o acesso sem obstáculos para a entrega de ajuda humanitária.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo