Nova cratera de vulcão nas Ilhas Canárias obriga a remoção de mais 700 pessoas, diz jornal

Segundo o jornal espanhol ‘La Vanguardia’, 6 mil pessoas foram retiradas das áreas de risco

Vulcão
Legenda: Segundo um jornal espanhol, mais de 6 mil pessoas já foram removidas de suas casas
Foto: AFP

Autoridades realizaram a remoção de mais 700 pessoas, na noite desta segunda-feira (20), após a abertura de mais uma cratera do vulcão em erupção Cumbre Vieja, localizado nas Ilhas Canárias, na Espanha.  A área evacuada fica no bairro de Tacande, na cidade de El Paso. As informações são do jornal espanhol ‘La Vanguardia’. 

Segundo o periódico, essa é a nona cratera vulcânica até a noite de hoje. Com isso, o número de moradores removidos subiu para 6 mil. A previsão é que, nos próximos dias, a lava atinja o mar, gerando uma fumaça tóxica. Por esse motivo, foi criada uma área de segurança.

O vulcão entrou em erupção neste domingo (19), por volta das 15h na Espalha (12h em Brasília). A possibilidade um tsunami foi descartada. 

Nesta manhã, autoridades locais informaram que a lava do vulcão destruiu mais de 100 casas nas Ilhas Canárias. 

Vulcão nas Ilhas Canárias

Rio de lava do vulcão Cumbre Vieja destrói várias casas em La Palma
Legenda: Com temperaturas de mais de 1.000°C., a lava avança a uma velocidade média de 700 metros por hora
Foto: AFP

Adormecido por décadas, o vulcão começou a dar sinais de atividade moderada desde o último sábado (11), segundo o Plano Especial de Proteção Civil e Atenção às Emergências de Risco Vulcânico das Ilhas Canárias (Pevolca).  O nível de alerta amarelo é o segundo dos quatro existentes para medir o risco de erupção.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo