Estudantes chilenos se manifestam por melhorias no sistema de educação

Cerca de mil estudantes estiveram presentes em passeata em Santiago

Legenda: Estudantes marcham para exigir do governo melhorias no sistema educacional em Santiago
Foto: Martin BERNETTI / AFP

Estudantes do ensino fundamental se manifestaram, nesta sexta-feira (27), pedindo melhorias no sistema de educação do Chile. Cerca de mil jovens se juntaram na passeata, que ocorreu de modo pacífico na Avenida Alameda, uma das principais da cidade de Santiago. 

No entanto, em parte do evento, foi registrado um episódio de violência, quando manifestantes encapuzados incendiaram um ônibus. 

ônibus do chile em chamas
Legenda: Bomba incendiária foi lançada em ônibus durante uma marcha de estudantes para exigir do governo melhorias no sistema educacional em Santiago
Foto: Martin BERNETTI / AFP

A concentração da marcha aconteceu na Avenida Alameda, e os jovens, vestidos com uniformes escolares e usando mochilas, manifestaram queixas contra o ensino público, principalmente pela má alimentação e a precária infraestrutura das escolas públicas. 

Conforme o jornal argentino La Nación, os jovens buscam melhorias na Bolsa Alimentação do Ensino Superior (BAES), e a Coordenação Lucha Baes convocou um protesto nacional “por educação gratuita, pública, de qualidade, não machista e por uma alimentação digna”. 

Segundo a AFP, o presidente chileno e ex-líder estudantil, Gabriel Boric, prometeu melhorias nas instituições públicas de ensino. Após manifestações, o governo recebeu os estudantes para ouvir suas demandas. 

Ônibus incendiado

Durante a manifestação, um grupo de pessoas encapuzadas parou um ônibus e retirou passageiros. Após a saída das pessoas, quebraram as janelas do veículo e atearam fogo.

A polícia controlou o fogo e forças especiais reprimiram parte dos estudantes. O ônibus foi o terceiro incendiado durante um protesto estudantil nesta semana. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo