Estados Unidos vão deixar de exigir teste de Covid-19 a passageiros que chegam de avião

O fim da obrigatoriedade entrará em vigor neste domingo (12)

portão de desembarque em aeroporto dos estados unidos
Legenda: Medida vale para viajantes que desembarcarem em aeroportos dos Estados Unidos
Foto: Kamil Krzaczynski/AFP

Os Estados Unidos vão suspender a exigência de testes de Covid-19 para viajantes que chegam ao País de avião. O anúncio foi feito pela Casa Branca nesta sexta-feira (10). 

Segundo Kevin Muñoz, porta-voz da Presidência americana, que divulgou em sua conta no Twitter a suspensão desta exigência, as autoridades sanitárias vão continuar “avaliando as necessidades com base na ciência e no contexto de circulação das variantes”. 

O fim da obrigatoriedade desse requisito entrará em vigor no domingo (12), segundo a mídia estadunidense. 

Teste para viajantes

Antes da chegada da variante ômicron, as autoridades de saúde dos Estados Unidos endureceram os procedimentos para ingressar no país em dezembro de 2021. Todos os maiores de dois anos que embarcassem em um voo procedente do exterior deveriam apresentar um teste negativo menos de um dia antes da decolagem, independentemente do "status" de vacinação. 

Vários outros países, principalmente da Europa, já haviam deixado de exigir um teste prévio ao embarque para viajantes internacionais. 

Após uma decisão judicial, em abril, também se suspendeu nos Estados Unidos a exigência de uso de máscara nos transportes públicos, em particular nos aviões.

Hoje, os Estados Unidos registram mais de 100 mil novos casos de Covid-19 por dia. Segundo especialistas, este número é inferior à realidade. O aumento recente tem sido associado a subvariantes da ômicron.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo