Erro de digitação faz empresa ter prejuízo de US$ 50 milhões

Funcionário de Londres digitou um zero a mais na cotação

citibank
Legenda: A falha provocou um crash relâmpago nas Bolsas de Estocolmo, Paris e Varsóvia
Foto: Kena Betancur/AFP

Um erro de digitação cometido por um funcionário britânico do Citigroup provocou um prejuízo de US$ 50 milhões ao banco. O profissional adicionou, incorretamente, um zero a mais em uma operação. A falha fez as Bolsas de Estocolmo, Paris e Varsóvia terem um crash relâmpago, ou seja, uma queda acentuada no preço dos ativos.

O erro ocorreu no momento em que o funcionário da corretora Delta One, em Londres, trabalhava de casa em um feriado bancário e digitou o zero a mais em oferta lançada nas primeiras negociações nas Bolsas da Europa. 

Uma fonte de identidade preservada disse à Bloomberg que as perdas podem ser ainda maiores. O valor final do prejuízo ainda está sendo analisado pelo banco, que não quis comentar o assunto.

O homem foi afastado das funções. Outra fonte ponderou que a empresa trata o caso como falha humana e não relaciona o erro ao fato dele ter trabalhado de casa. 

Em 2021, o Citigroup obteve US$ 4,55 bilhões com a negociação de ações no ano passado, o que corresponde a uma alta de 25% em relação a 2020. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo