Duas telas de Miró molharam em Veneza

Vazamento vindo do banheiro provocou problema

Duas telas de Joan Miró que seriam exibidas nos próximos dias no Palácio Zaguri em Veneza molharam na inundação que atingiu a cidade, anunciou nesta terça-feira o Palácio.

No início da tarde, a "acqua alta" (maré alta) alcançou um pico de 156 cm, ultrapassando pela sexta vez em 80 anos o limiar de 150 cm e forçando turistas e venezianos a circular com água até as coxas.

No Palácio Zaguri, onde uma exposição "De Kandinsky a Botero" será inaugurada na quinta-feira, os organizadores perceberam apenas durante a noite um vazamento vindo do banheiro.

As duas pinturas de Miró, no valor de um milhão de euros, ainda estavam embrulhadas, no chão contra a parede, onde seriam expostas no segundo andar, e ficaram com água quase pela metade. 

Todo o pessoal do palácio foi mobilizado durante a noite para colocar as outras pinturas em segurança.

As duas obras de Miró foram enviadas para um ateliê em Asti para restauração antes que a água salobra atacasse as cores do mestre espanhol.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados