Biden diz que quem viajar aos Estados Unidos terá que fazer quarentena ao chegar

Biden fez este anúncio como parte de sua estratégia integral para conter a pandemia no país

Legenda: O democrata tomou posse nesta quarta-feira (20), como 46º presidente dos Estados Unidos
Foto: ALEX WONG / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

O presidente americano, Joe Biden, disse nesta quinta-feira (21) que os passageiros que chegarem aos Estados Unidos deverão passar por uma quarentena ao chegar ao país, como parte de uma série de medidas para conter a pandemia que incluem o endurecimento das regras sobre o uso de máscaras.

Biden fez este anúncio como parte de sua estratégia integral para conter a pandemia no país, o mais afetado do mundo em número de mortes pela Covid-19.

"Além do uso de máscaras, todos aqueles que viajarem aos Estados Unidos de outro país, terão que fazer um exame antes de embarcar no avião e realizar uma quarentena quando chegarem", informou Biden durante conferência na Casa Branca. 

A exigência de um exame já tinha sido ordenada pelo governo anterior, mas o isolamento era apenas uma recomendação.

Biden explicou que esta medida se deve às novas cepas do vírus detectadas em outros países, em um momento em que os Estados Unidos somam mais de 400.000 mortos na pandemia, uma cifra que supera o dos soldados falecidos durante a Segunda Guerra Mundial. 

O presidente americano disse que assinará uma nova ordem "para estender os requerimentos para o uso de máscaras nas viagens interestaduais, em trens, aviões e ônibus". 

Estas medidas fazem parte de uma estratégia nacional, explicada em um documento de 200 páginas, que incluem um plano para acelerar a vacinação, trabalhar para que os estudantes voltem às escolas e recuperar a confiança da opinião pública, entre outros objetivos.

Biden também quer que o Congresso aprove um plano de alívio econômico de 1,9 trilhão de dólares. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo