Áustria tem 'corrida' por vacina contra a Covid-19 após lockdown para quem não quis se imunizar

Aqueles que não quiseram se vacinar poderão sair apenas para atendimento médico, atividade física e compras

Pessoa em fila na Áustria
Legenda: Na Áustria, a procura pela vacinação aumentou após a imposição de lockdown para aqueles que não haviam se imunizado
Foto: Joe Klamar/AFP

Após imposição de lockdown para as pessoas que não se vacinaram contra a Covid-19, iniciou-se uma corrida pela imunização aos postos de saúde da Áustria, desde a última segunda-feira (15), quando a medida entrou em vigor. As informações são do UOL

Segundo o jornal britânico The Independent, na semana anterior à entrada em vigor das novas restrições, quase 130 mil pessoas foram vacinadas. Esse foi o maior número semanal registrado desde o início de julho.

"Vimos um aumento significativo de pessoas querendo receber sua vacina Contra covid-19", disse  uma voluntária da Ordem de Malta, que auxilia na campanha de vacinação.

Cerca de nove milhões de pessoas a partir de 12 anos agora só podem sair de suas casas para atividades consideradas essenciais no país. 

Ao anunciar a medida, no domingo, o chanceler da Áustria, Alexander Schallenberg, frisou que 'a situação é grave". "Não adotamos a medida de maneira leve, mas, infelizmente, é necessária", disse. 

Quase 65% da população recebeu as duas doses da vacina na Áustria, percentual inferior à média europeia, que é de 67%, e longe de países como Espanha (79%) e França (75%). 

Schallenberg considerou o índice "vergonhosamente baixo" ao anunciar na sexta-feira o plano de confinamento. 

As pessoas afetadas pela medida não poderão deixar suas casas, exceto para fazer comprar, praticar atividades físicas ou receber atendimento médico. O confinamento será aplicado a todos nesta situação a partir dos 12 anos. 

Controle

O governo avaliará os resultados das restrições em um prazo de 10 dias, informou o ministro da Saúde, Wolfgang Mückstein, que pediu aos hesitantes que aceitem a vacina o mais rápido possível. 

No sábado, a Áustria registrou mais de 13 mil novos casos de covid-19 em um país com mais de 9,8 milhões de habitantes, o maior número de contágios desde o início da pandemia.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo