Adalia Rose morre aos 15 anos; youtuber sofria da doença de 'Benjamin Button'

A adolescente tinha a mesma síndrome que afeta o protagonista interpretado por Brad Pitt no filme de 2008

Adalia Rose Williams
Legenda: A jovem produzia vídeos sobre a rotina de uma pessoa portadora da condição e ganhou notoriedade
Foto: reprodução

A adolescente e youtuber Adalia Rose Williams, de 15 anos, faleceu nesta quarta-feira (12), vítima de complicações causadas por uma doença rara conhecida como "Benjamin Button" — em referência ao filme de 2008. A jovem produzia vídeos sobre a rotina de uma pessoa portadora da condição e ganhou notoriedade. 

A confirmação do falecimento foi divulgada pela família dela, através das contas oficias que a adolescente mantinha nas redes sociais. 

"Adalia Rose Williams está livre deste mundo. Ela entrou em silêncio e saiu em silêncio, mas a sua vida esteve longe disso. Ela tocou MILHÕES de pessoas e deixou a maior marca em todos que a conheceram. Ela não sente mais dor e agora está dançando ao som de todas as músicas que ama. Eu realmente gostaria que essa não fosse a nossa realidade, mas infelizmente é. Queremos agradecer a todos que a amaram e a apoiaram" diz a legenda das publicações.

Adalia Rose foi diagnóstica com síndrome de Hutchinson-Gilford, conhecida como doença de "Benjamin Button", aos três meses. Segundo a mãe dela, Natalia Pallante, os médicos notaram haver algo errado com a bebê nas primeiras quatro semanas de vida da menina. 

A jovem sofria com rápido envelhecimento prematuro, perda de cabelo, falta de gordura corporal, veias proeminentes, voz aguda e rigidez severa nas articulações. 

Dois meses depois da primeira suspeita o disgnóstico se confirmou e Natalia ficou arrasada. "Era apenas ela e eu e honestamente nos sentimos perdidas", revelou. A síndrome de Hutchinson-Gilford afeta cerca de 500 crianças no mundo

Agradecimento a profissionais de saúde

Na postagem de despedida, a família de Adalia ainda agradeceu aos profissionais de saúde que cuidaram da adolescente por toda a vida. "Obrigado a todos os médicos e enfermeiras que trabalharam por ANOS para mantê-la saudável. A família, agora, gostaria de lamentar essa grande perda em particular." 

A jovem compartilhava momentos com os familiares nas redes sociais, especialmente no YouTube, onde acumula mais de 2,91 milhões de inscritos. O último vídeo publicado, há um mês, intitulado "Meet Baby Luka", acumula mais de 327 mil visualizações.

Assista:

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados