Veja fotos da pousada onde dois foram mortos e influenciadoras acabaram presas

Apesar do cenário paradisíaco na chamada praia do Garcez, o local foi cenário de crimes

Pousada Paraíso Perdido foi cenário de um caso envolvendo mortes e prisões
Foto: Arquivo Pessoal

A pousada de luxo Paraíso Perdido fica localizada na cidade de Jaguaripe, na região do baixo sul da Bahia. Apesar do cenário paradisíaco na chamada praia do Garcez, o local foi cenário de um caso envolvendo mortes e prisões na última segunda-feira (11).

Dois homens morreram durante um confronto com a Polícia Militar na pousada, e duas influenciadoras digitais acabaram presas tentando fugir do local.

De acordo com informações do portal g1, as mulheres, identificadas como Laylla e Adrian Grace, foram liberadas em audiência de custódia no Fórum da cidade de Nazaré, a 24,4 km de Jaguaripe, onde aconteceu o caso.

Em fevereiro, o dono da pousada foi encontrado morto em um dos quartos com marcas de tiro na cabeça.

Veja fotos da pousada

A Paraíso Perdido foi inaugurada em 2009. Suítes e chalés com vista para o mar integram o cenário paradisíaco. O valor da diária da suíte econômica custa R$ 260 na baixa estação para um casal. O lounge possui diária no valor de R$ 1,2 mil, com área de 170 metros quadrados para seis pessoas (cozinha, banheiros, quarto e sala). 

Piscina da Pousada Paraíso Perdido
Foto: Reprodução/Redes sociais

A pousada é cercada de muita área verde, localizada em um encontro do rio com o mar e quilômetros de praias semi-virgens.

Pousada Paraíso Perdido fica localizada na cidade de Jaguaripe, na Bahia
Foto: Reprodução/Redes sociais

A pousada também possui restaurante. No cardápio, uma variedade de mariscos e pescados, com temperos típicos e tropicais da região, além de bebidas variadas e drinques.

Pousada Paraíso Perdido vista de cima
Foto: Arquivo Pessoal

Relembre o caso

A polícia foi à pousada para apurar uma denúncia de que havia homens armados no estabelecimento, mas acabou sendo recebida com tiros. Os agentes revidaram e acabaram atingindo a dupla.

Agnaldo Leite da Silva Neto, de 29 anos, conhecido como Neto Talisca, e Felipe Augusto Machado, 28, o Batoré, chegaram a ser socorridos. Contudo, tiveram o óbito confirmado no Hospital Gonçalves Martins, em Nazaré. 

A PM informou que Agnaldo era fugitivo do sistema penitenciário por tráfico de drogas. Não há detalhes oficias se o outro suspeito possui histórico criminal.

Já as duas influenciadoras foram levadas para a delegacia de Santo Antônio de Jesus nesta terça-feira (12) porque os policiais encontraram drogas na caminhonete em que as mulheres tentaram fugir. Além do veículo usado para a fuga, os policiais apreenderam um quilo de cocaína, duas pistolas, dinheiro e sete cartões de crédito. 

Telegram

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste