Viaturas de batalhão da PM no Conjunto Ceará só saem para emergências e sob escolta do Exército

No batalhão, seis viaturas estavam estacionadas no pátio do

Legenda: Viatura deixa o 17º Batalhão da Polícia Militar para uma ocorrência
Foto: André Costa

Viaturas do 17º Batalhão de Polícia Militar, no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza, só saem para ocorrências de emergências e sob escolta do Exército Brasileiro. A informação foi confirmada na manhã desta quarta-feira (26) por uma fonte do Diário do Nordeste. A escolta iniciou na noite de terça-feira (25). O Ceará chegou nesta quarta ao 9º dia seguido de paralisação de parte da Polícia Militar com alguns batalhões ainda fechados.

A reportagem do Diário do Nordeste percorreu, na manhã desta quarta-feira, três Batalhões da Polícia Militar em Fortaleza. No 17º BPM, não havia ocupção de PMs paralisados. Seis viaturas estavam estacionadas no pátio. Duas bloqueavam a entrada.  

Ainda segundo a fonte ouvida, apesar do batalhão está na área mais violenta da Capital, nas últimas 48 horas não chegou nenhum registro de homicídio no 17º BPM.

> Veja quem são os 230 policiais afastados por motim no Ceará

> 43 policiais militares desertores foram presos após paralisações

> Ceará tem dia mais violento dos últimos 8 anos

Batalhões fechados

O 18º BPM, no bairro Antônio Bezerra segue fechado pelos policiais amotinados. O número de viaturas é o mesmo. Cerca de 150. Contudo, muitos policiais estavam sem balaclava, ao contrário do observado nos últimos dias. No sábado, havia uma tenda montada no local. Nesta quarta-feira, são três. Há também várias cadeiras plásticas empilhadas no pátio. 

Já o 12° BPM, localizado em Caucaia, na Região Metropolitana, também continua fechado. Viaturas bloqueiam a entrada do batalhão e duas ruas laterais. Nenhum policial foi visto do lado de fora.