Vendedoras ambulantes atropeladas por motociclista morrem no hospital

Elas foram atropeladas quando vendiam bombons e jujuba na Avenida Sargento Hermínio, no Bairro Presidente Kennedy

Foto: FOTO: LEÁBEM MONTEIRO

As duas vendedoras ambulantes atropeladas na madrugada deste domingo (11), por um motociclista na avenida Sargento Hermínio, no bairro Presidente Kennedy, em Fortaleza, morreram no Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro. As vítimas vendiam bombons e jujubas no local quando foram atropeladas. 

Uma das ambulantes, identificada como Monaliza Joyce de Sousa, de 26 anos, havia tirado o dia de folga para descansar e resolveu ir ao local ajudar a amiga com as vendas. 

Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, Ednardo Lima, tio e padrinho de Monaliza, falou sobre a morte da ambulante. "Monaliza era a minha menina. Menina boa que sempre estava alegre e feliz. Era o meu xodó. Era tão boa que mesmo estando de folga resolveu ajudar a amiga, que também morreu. Sinto como se eu fosse o pai dela. Isso que aconteceu não pode ficar impune", relatou em lágrimas.

Monaliza Joyce está sendo velada em casa por familiares no bairro Jardim Iracema. A outra vítima, identificada apenas como Angela, também não resistiu aos ferimentos. 

Segundo populares, o motoqueiro Hélio Júnior, trafegava em alta velocidade. O motoqueiro disse que havia trabalhado o dia todo e que não tinha ingerido bebida alcoólica.