Trio é preso com quase 67 kg de maconha no Ceará; parte da droga foi achada dentro de geladeira

A ação aconteceu na capital cearense e no município de Itaitinga, localizado na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF)

apreensão maconha
Legenda: A droga era distribuída em algumas regiões do Ceará, como em Fortaleza
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Três homens, que não tiveram as identidades reveladas, foram presos nessa quinta-feira (17), suspeitos de tráfico de drogas, na capital cearense e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Na ação, foram apreendidos 66,7 kg de maconha. Parte do entorpecente foi encontrado dentro de uma geladeira, segundo a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

A Polícia Civil informou que as capturas aconteceram após uma intensa investigação, que aponta o trio como integrantes de uma organização criminosa. O primeiro suspeito foi preso enquanto conduzia um veículo no bairro Jangurussu, em Fortaleza. Ao ser parado, durante a abordagem, os policiais encontraram cerca de 4 kg da droga em um compartimento falso, no carro.

Em seguida, continuando com as diligências, a Polícia foi em direção a uma residência localizada em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. Lá, de acordo com o delegado Bruno Ronchi, foi encontrada o resto da droga, que estava distribuída no forro, em um cômodo e em uma geladeira, do imóvel. 

De acordo com o delegado, na residência, outras duas pessoas foram capturadas. Uma delas, inclusive, chegou a ser presa em 2017. "A equipe já estava mapeando a movimentação dessa organização criminosa e fomos até a casa que já estava mapeada também". 

Distribuição da droga

Conforme Bruno Ronchi, a droga era distribuída em algumas regiões do Ceará, como em Fortaleza, e cada suspeito tinha uma função no crime. Enquanto um era responsável pela distribuição, um realizava entregas e outro armazenava os entorpecentes. 

"Essa apreensão é uma pancada muito forte no crime. Acredito que eles perderam em torno de R$ 150.000 em entorpecentes. Com certeza, é o enfraquecimento de uma parte da facção criminosa", afirmou o delegado.
 

De acordo com Bruno, as investigações sobre o caso ainda irão continuar. O delegado informou que, além da droga e do veículo utilizado para o transporte dela, foi apreendido um caderno de anotações dos suspeitos, utilizado no comércio dos entorpecentes. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados