Suspeitos de integrar organização criminosa são presos após tiroteio em condomínio em Fortaleza

Na ação, a Polícia Militar apreendeu armas de fogo, munições e celulares

Os dois suspeitos informaram aos policiais onde estavam as armas utilizadas na ação
Legenda: Os dois suspeitos informaram aos policiais onde estavam as armas utilizadas na ação
Foto: Reprodução

Uma dupla suspeita de integrar uma organização criminosa foi presa pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), na noite da última terça-feira (1º), após um tiroteio que aconteceu em um condomínio localizado no bairro Pici, em Fortaleza. Com os suspeitos, identificados como Marcos Antônio Chaves Teles, 29 anos, e Caio Santos Farias, 24, foram apreendidas duas armas de fogo.

De acordo com a Polícia Militar, Marcos Antônio e Caio Santos foram capturados após participaram de um confronto armado entre integrantes de grupos criminosos, que aconteceu dentro do condomínio, que é situado na Rua Professor Heribaldo Costa. Ao chegar no local, os policiais encontraram marcas de balas nos apartamentos e veículos e se depararam com suspeitos fugindo.

Segundo a Polícia, Marcos e Caio foram presos após buscas. Eles confessaram terem participado do tiroteio. Em seguida, os dois informaram aos policiais onde estavam as armas utilizadas na ação. Foram apreendidos dois revólveres calibre 38, 26 munições e um aparelho celular.

De acordo com a Polícia, Marcos e Caio foram levados ao 10º DP (Antônio Bezerra) e autuados por porte ilegal de arma de fogo e por organização criminosa. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança