Suspeito de chefiar quadrilha de estelionatários no Ceará é preso no Rio de Janeiro

Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, o homem possui 15 inquéritos policiais e até condenação no Ceará

Foto de homem preso por estelionato no Rio de Janeiro ao lado de carro de luxo
Legenda: Marcelo Araújo Silveira Filho estava morando no Rio de Janeiro com identidade falsa
Foto: Reprodução

Um homem de 43 anos, acusado de comandar uma quadrilha que usava documentos falsificados para comprar veículos de luxo no Ceará, foi preso no Rio de Janeiro. O suspeito foi abordado e capturado na última quarta-feira (21) ao sair de um pet shop na Barra da Tijuca. 

De acordo com nota da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ), com base em informações da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), o homem chefia grupos criminosos de estelionato que agem em diversos estados do País.

Ele vivia no RJ com uma identidade falsa, com a qual abriu uma rede de pet shops. O suspeito foi identificado como Marcelo Araújo Silveira Filho, de acordo com o jornal O Globo. Um veículo Mercedes-Benz, que estava em posse do suspeito, foi apreendido. 

A prisão em flagrante foi efetuada por policiais civis da 12ª Delegacia de Polícia (DP), do bairro Copacabana. 

Inquéritos no Ceará 

A PCERJ disse, em nota, que Marcelo Araújo já foi alvo de 15 inquéritos policiais no Ceará. Segundo a corporação, 13 destes foram por estelionato. Ele possui ainda condenação de seis anos e dois meses de prisão.

O Diário do Nordeste procurou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará para pedir informações sobre o suspeito, mas a reportagem foi orientada a contatar a PCERJ. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança