Suspeito apontado como líder de facção criminosa do Ceará é preso no bairro Vicente Pinzón

O homem capturado também é considerado como um dos mandantes do assassinato de um agente penitenciário no Papicu

Escrito por Redação,

Segurança
Material apreendido
Legenda: A polícia ainda apreendeu uma arma calibre 32, munições de mesmo calibre, uma granada artesanal, uma balança de precisão, além de, cocaína, maconha, e dois aparelhos celulares
Foto: PMCE/Divulgação

Um homem apontado como o líder de um grupo criminoso do Ceará foi capturado na noite da última quinta-feira (18). O suspeito, identificado como Francisco Cícero Pinheiro do Carmo Júnior, de 34 anos, também é considerado um dos mandantes da morte de um agente penitenciário no dia 1º de março de 2020, conforme informações da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Os policiais tentavam descobrir a localização de Francisco Cícero há pelo menos dois meses. Na última quinta-feira, os agentes do  Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) obtiveram a informação que o suspeito estava em uma casa na Comunidade Alto da Paz, no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza.

Segundo informações dos policiais, o suspeito sempre andava acompanhado de, pelo menos, mais dois integrantes armados da facção criminosa — classificados como "seguranças do crime". Porém ao chegar na residência informada, os policiais encontroaram Francisco Cícero sozinho na frente da casa.

A polícia rapidamente efetuou a prisão dele, e realizou uma busca dentro da residência. No imóvel, os agentes encontraram uma arma calibre 32, munições de mesmo calibre, uma granada artesanal, uma balança de precisão, além de, cocaína, maconha, e dois aparelhos celulares.

De acordo com os policiais, Francisco Cícero já possui vários antecedentes criminais como roubo, associação criminosa e tráfico de drogas etc. Todos os itens apreendidos, assim como o suspeito, foram encaminhados ao 13º Distrito de Polícia Civil, delegacia plantonista no bairro Cidade dos Funcionários.

Morte do agente penitenciário no Papicu

Os policiais tiveram acesso a várias conversas de Francisco Cícero com demais integrantes da mesma organização criminosa ao vasculhar pelos aparelhos celulares apreendidos. Nas mensagens os agentes puderam encontrar evidências que colocam o suspeito como um dos mandantes do assassinato do agente penitenciário Paulo Vitor Passos Teixeira, de 25 anos.

O jovem foi morto quando voltava da festa de aniversário da namorada, no bairro Papicu, em Fortaleza. À época, a polícia relatou que o agente penitenciário foi morto depois de ser confundido com membros de uma facção criminosa rival.

Assuntos Relacionados