Secretários e empresários são investigados por fraudes em licitações em Altaneira

Quatorze servidores estão sendo afastados em operação contra fraudes e desvio de dinheiro da Saúde

Legenda: Policiais civis estiveram na sede da prefeitura de Altaneira durante cumprimento de mandados da operação "Salus".
Foto: Arquivo pessoal

Empresários servidores públicos, entre eles, secretários municipais são alvos da operação "Salus", deflagrada pela Polícia Civil do Ceará (PCCE) na manhã desta quinta-feira (10), para apurar desvio de dinheiro público na área da Saúde e fraudes em licitações na cidade de Altaneira.

São cumpridos 113 mandados nos municípios de Altaneira, Nova Olinda, Antonina do Norte, Aurora, Crato, Barbalha, Juazeiro do Norte e Beberibe.  São 51 mandados de busca e apreensão, 13 de prisão preventiva, 14 de afastamento e 35 de sequestro de bens.

De acordo com o delegado Giuliano Sena, a operação desta quinta-feira é resultado de oito meses de investigação.

A ofensiva tem a participação de 120 policiais civis, através do Núcleo de Repressão à Lavagem de Dinheiro e Combate à Corrupção (NRLD).

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança