Secretário anuncia reajuste salarial para servidores da Segurança Pública no Ceará

Com o reajuste, os soldados, por exemplo, passarão a receber R$ 4 mil fixo, sem perder o adicional de R$ 200, que já é pago a cabos e soldados

Legenda: Pacote de reajuste anunciado por André Costa (no centro) inclui salário de R$ 4 mil para soldados a partir de março.
Foto: Foto: Reprodução/ Instagram

Na noite desta sexta-feira (31), o secretário da Segurança Pública, delegado André Costa, anunciou o reajuste salarial dos profissionais da Segurança Pública no Ceará. Definido como “pacote de valorização da categoria”, a medida foi  divulgada através de uma rede social e passa a valer a partir de março deste ano. Com o reajuste, os soldados, por exemplo, passarão a receber R$ 4 mil fixo, sem perder o adicional de R$ 200, que já é pago a cabos e soldados. A proposta será encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará para votação.

A informação foi divulgada após uma reunião entre o secretário, o governador Camilo Santana e os comandantes da Polícia Militar do Ceará, Corpo de Bombeiros, Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e Polícia Civil, categorias que serão contempladas com o aumento da remuneração.

De acordo com André Costa, os valores retroativos após o reajuste serão pagos em quatro parcelas nos períodos de março de 2020, março de 2021, março de 2022 e a última em dezembro de 2022. "Todos os profissionais da segurança, os praças, os oficiais, inspetores, escrivães, delegados, peritos, médicos legistas, auxiliares, peritos adjuntos, todos receberão melhorias salariais", afirma. 

O comandantes foram autorizados a repassarem os valores detalhados para suas categorias a partir deste sábado (1°).

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?