Secretaria da Justiça afirma que "Estado não permitiu" estupro de criança em presídio

"Para nós, foi um susto enorme quando tomamos conhecimento desse fato", destacou Socorro França, titular da Sejus

Em entrevista exclusiva concedida ao Sistema Verdes Mares, na manhã desta segunda-feira (3), a titular da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), Socorro França, afirmou que o "Estado não permitiu" o estupro da criança, assediada dentro de um presídio da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), há menos de um mês. 

Conforme a secretaria, o episódio foi uma surpresa para a Pasta. "É bom ressaltar que nunca, na vida, imaginávamos. O que o preso mais preza é a família. Para nós, foi um susto enorme quando tomamos conhecimento desse fato"

Ao lembrar do caso, Socorro França destacou que foram tomadas providências imediatas: "Foi feito inquérito e a gente separou o preso", destacou. Após o episódio, foi criado no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis) um espaço lúdico voltado para crianças que visitam familiares encarcerados. 
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados