Proprietária de lava jato é assassinada no Quintino Cunha

Uma criança, filho da vítima, presenciou o crime que aconteceu na frente do estabelecimento

Lava jato no Quintino Cunha
Legenda: A vítima e o filho dela estavam sentados na frente do estabelecimento antes do crime
Foto: Rafaela Duarte

Uma mulher, identificada como Marcela Brito Carneiro, 38 anos, foi assassinada a tiros na Avenida Independência, no bairro Quintino Cunha, na noite desta quarta-feira (2). O crime aconteceu na frente de um lava jato, o qual ela era proprietária. A mulher estava vestida com um uniforme do estabelecimento.

De acordo com informações repassadas por testemunhas, Marcela, que era popularmente conhecida como “Loira”, e o filho criança dela, estavam sentados na frente do lava jato, quando suspeitos chegaram atirando contra ela. A vítima tentou correr, mas foi atingida, e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local.

Na avenida, há várias câmeras de segurança próximo ao local onde ocorreu o homicídio. A polícia vai solicitar para saber se foram gravadas imagens do crime. Não há informações sobre a motivação, bem como quantidade de suspeitos ou se eles utilizavam algum veículo. 

As testemunhas ainda comentaram que Marcela estava grávida, mas a informação não foi confirmada pelos policiais militares. O crime vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Fortaleza.

O Sistema Verdes Mares aguarda mais detalhes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) sobre o homicídio.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança