Policial mata vizinho suspeito de agredir fisicamente a esposa do militar no Conjunto Esperança

O agente viu a situação, interveio e efetuou um disparo de arma de fogo contra o homem, no intuito de cessar a violência

sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)
Legenda: O PM apresentou-se de forma espontânea na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi ouvido e liberado em seguida
Foto: Arquivo/Diário do Nordeste

Um policial atirou e matou um vizinho suspeito de agredir fisicamente a esposa do militar, na manhã desta quarta-feira (21), na Avenida Contorno Sul, no bairro Conjunto Esperança, em Fortaleza.

Conforme informações colhidas no local, o marido viu a situação, interveio e efetuou um disparo de arma de fogo contra o homem, no intuito de cessar a violência, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O vizinho não resistiu ao ferimento e foi a óbito no mesmo lugar. Logo após, equipes da Polícia Militar (PM) e da Perícia Forense (Pefoce) estiveram na Avenida onde o fato aconteceu.

Legítima defesa de terceiro

Também segundo a SSPDS, o agente apresentou-se de forma espontânea na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Bairro de Fátima, onde foi ouvido e liberado em seguida.

Na ocasião, o policial militar argumentou que agiu em legítima defesa de terceiro. O procedimento foi lavrado e será remetido ao Poder Judiciário. Um inquérito policial foi instaurado no DHPP, da Polícia Civil, que vai apurar o caso.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança