Polícia prende outros dois suspeitos de tentativa de assalto a lotérica na Messejana

O grupo de 7 pessoas sequestrou o gerente da lotérica e sua família

Legenda: No dia da tentativa de roubo à lotérica, dois dos sete envolvidos foram presos. Um suspeito segue foragido.
Foto: Rafaela Duarte

Dois dos sete suspeitos de sequestro e extorsão de um gerente e tentativa de assalto a uma lotérica no bairro Messejana, em Fortaleza, foram presos na última quarta-feira (12). Quatro pessoas já haviam sido presas pelo crime, incluindo uma funcionária. O grupo invadiu a casa do gerente do estabelecimento em dezembro do ano passado e o fez refém, juntamente com seus familiares. 

Os dois envolvidos foram capturados em uma casa na Travessa Pedro Lopes, no Bairro Guajeru, após investigações da Polícia Cívil. Izabele Rodrigues da Silva, de 23 anos, já responde por tráficos de drogas e receptação e Rodrigo Felício de Mendonça, de 29, já responde por tráfico, receptação, contravenção penal e tinha mandado aberto por homicídio. A ação teve apoio da Guarda Municipal e do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC), os dois não resistiram à prisão.

Na casa, também foram apreendidos um carro, com queixa de roubo e sinais de aduteração, aparelhos celulares e documentos de terceiros. Além de Izabele e Rodrigo, a polícia também prendeu em flagrante uma jovem de 18 anos por receptação, associação criminosa, posse irregular de arma de fogo, adulteração de veículo e integração de organização criminosa. Ela não está relacionada à tentativa de roubo e não tinha antecedentes criminais. Izabele e Rodrigo também devem responder pelos mesmos crimes, além das outras acusações.

O crime

A tentativa de assalto ocorreu em 10 de dezembro de 2018 e foi planejada por pelo menos cinco meses. Os suspeitos alugaram uma casa próximo à residência do gerente e observaram sua rotina. Além disso, recebiam informações privilegiadas da movimentação financeira por Ana Karoliny Silva, de 20 anos, na época funcionária do bancoe integrante do grupo.

No dia do crime, o gerente e seus familiares foram sequestrados pelo grupo e levados à lotérica, para retirar o dinheiro do cofre. A Polícia foi acionada, devido à movimentação suspeita, e impediu o roubo. Um casal foi preso durante a ação. Ana Karoliny e outra mulher foram localizadas ainda em dezembro. Com as prisões desta quarta-feira, apenas um dos envolvidos encontra-se foragido, Alan Tabosa, de 23 anos. Ele já responde por tentativa de homicídio e segue sendo procurado. 
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados