Polícia prende grupo que furtava clientes em supermercados de Fortaleza

Os cinco suspeitos (quatro mulheres e um homem) são parte de uma organização criminosa que atua cometendo os mesmos tipos de crimes no Rio Grande do Norte

Legenda: O grupo se hospedou em uma pousada no bairro Meireles para cometer os crimes
Foto: Foto: Felipe Mesquita

Policiais militares e civis prenderam, no último domingo (2), um grupo de cinco pessoas (quatro mulheres e um homem) suspeito de furtar clientes em supermercados de Fortaleza. Eles saíram do Rio Grande do Norte para cometer os crimes na capital cearense. 

Em coletiva realizada nesta segunda-feira (3), a delegada Socorro Portela, titular do 2º DP, informou que os suspeitos abordavam os clientes assim que eles saíam do caixa. Em outros casos, uma das integrantes distraía a vítima, enquanto as outras passavam e furtavam a carteira. 

"Enquanto a pessoa estava no caixa passando as compras, uma das mulheres decorava a senha, depois os outros integrantes cercavam a vítima na saída e subtraíam a carteira e objetos. Em outra vez, uma das mulheres ficou conversando com uma senhora sobre receitas enquanto ela comprava banana, aí as outras mulheres passaram e levaram a carteira da idosa", relata Portela. 

Ainda conforme a delegada, os cinco suspeitos são braço de uma organização criminosa que comete os mesmos tipos de crimes no Rio Grande do Norte, de onde são naturais. O grupo já esteve em Fortaleza em janeiro e fevereiro deste ano, com o mesmo objetivo. 

Nesta nova visita, no entanto, a visita deles foi frustrada pela ação da polícia. Eles estavam hospedados em uma pousada no bairro Meireles. 

Captura 

Maria José da Silva, 44 anos, Marcio Daniel Pereira, 41 anos, Priscila Santos de Lima, 22 anos, Maria Siqueira Sales, 19 anos, e Erica Ferreira da Silva, 21 anos, foram presos no cruzamento da Av. Tristão Gonçalves com Rua Meton de Alencar, no Centro. A abordagem ocorreu após o Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) identificar o veículo dos suspeitos. 

Eles foram autuados por furto qualificado e associação criminosa. A polícia encaminhou as mulheres para a Delegacia de Capturas (Decap), no Centro, e os homens para o 2º DP.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança