PM dispersa aglomeração em Sobral com balas de borracha

Vídeo mostra pessoas correndo após tiros; agentes devem ser investigados por recursos truculentos, conforme policial

Uma composição do Policiamento de Choque da Polícia Militar dispersou uma aglomeração utilizando balas de borracha, em Sobral, na noite deste sábado (23). Um grupo de pessoas estava aglomerado próximo à estação Boulevard do Arco, no Centro de Sobral, por volta de 22h. O local é um tradicional ponto de encontro da cidade. (Veja no vídeo abaixo)

Um vídeo do local mostra pessoas correndo após a chegada da composição. Muitas não utilizavam máscaras. Conforme testemunhas, foram ouvidos pelo menos cinco tiros. Segundo decretos estaduais com medidas de prevenção à Covid-19, é proibido realizar aglomerações e o uso de máscaras é obrigatório.

Um policial militar, que não quis ser identificado, afirmou ao Diário do Nordeste que os agentes responsáveis pela operação foram remanejados para outra cidade após a operação de sábado (23). A composição é de Fortaleza e estava em Sobral para reforçar o policiamento.

Os agentes devem ser investigados por utilizarem recursos truculentos, que não seguiam a orientação do comando, ainda conforme o PM. 

O Diário do Nordeste questionou à Controladoria Geral de Disciplina se algum procedimento foi aberto contra os policiais, mas não recebeu resposta até a publicação desta matéria. 

Em nota, a Polícia Militar afirmou que foi acionada para dispersar a aglomeração e "agiu de imediato", sem registro de presos ou feridos. "A Corporação está analisando o fato e apurando os procedimentos operacionais utilizados na ocorrência", disse a PM.

Fiscalização de aglomerações 

Na Região Metropolitana de Fortaleza, uma festa rave que aconteceria em Aquiraz neste sábado (23) foi impedida pela Polícia Civil. No domingo (24), um baile funk com cerca de 200 pessoas foi encerrado por agentes da Polícia Militar, no Conjunto Palmeiras, na capital. 

Em todo o Estado, 352 estabelecimentos foram fechados em razão do descumprimento de protocolos de segurança contra a Covid-19. As medidas foram determinadas pelo Governo do Estado em decreto publicado na quinta-feira (21)

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança