PM captura trio suspeito de exibir armas de fogo em vídeo em apologia ao crime, em Fortaleza

Seis armas de fogo foram apreendidas

Uma jovem de 18 anos foi presa e dois adolescentes foram apreendidos suspeitos de exibirem armas de fogo em vídeo divulgado em redes sociais no bairro Floresta, em Fortaleza, na noite deste domingo (24). Seis armas foram apreendidas. 

Segundo a Polícia Militar, agentes faziam ronda pelos bairros Alvaro Weyne e Floresta quando foram informados sobre suspeitos que usavam armas de fogo e planejavam ação criminosas em uma residência na rua 13 de Agosto. Os agentes solicitaram apoio de outra equipe policial e, logo em seguiram, montaram um cerco no imóvel.

Na residência, policias encontraram uma jovem de 18 anos. Os agentes questionaram a suspeita sobre práticas criminosas na residência, momento em que ouviram barulhos vindos de dentro da casa. Os policiais entraram no local e avistaram uma escada colocada nos fundos do terreno.

Em seguida, os agentes pularam o muro e deram início às buscas a possíveis fugitivos. Dois adolescentes foram encontrados em uma residência vizinha. Um dos adolescentes, de 17 anos, tinha passagens pela Polícia por homicídio, tráfico de drogas e roubo. Eles invadiram o local e tentaram se passar por moradores da casa.

Após a captura, os agentes foram a um terceiro imóvel, onde estariam armazenadas armas de fogo e outros materiais ilícitos. Seis armas de fogo foram apreendidas no local, além de maconha, cocaína, uma balança de precisão, uma balaclava, um rádio comunicador e dois aparelhos celulares. As armas seriam utilizadas pelos suspeitos e por outros indivíduos para a realização de ações criminosas em áreas vizinhas.

Os suspeitos foram levados para a Delegacia da Criança e do Adolescentes (DCA), onde a jovem foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, receptação, tráfico de drogas e associação criminosa. Foi registrado ainda ato infracional análogo à posse ilegal de arma de fogo e à associação criminosa contra os dois adolescentes.

A polícia transferiu o inquérito referente à participação da mulher para o 1º Distrito Policial (DP), unidade responsável pela região onde a captura foi feita. A Polícia Civil mantém as investigações com o objetivo de apurar a participação dos três em outras ações criminosas na região e também de identificar e capturar outros possíveis suspeitos de integrarem o grupo criminoso.
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança