Piloto réu por morte de 'Gegê' e 'Paca' tenta suicídio em penitenciária, diz portal

Felipe Ramos Morais, de 33 anos, diz ter pilotado aeronave sob coação e que não sabia que levaria os executores dos então líderes de uma facção criminosa

O piloto Felipe Ramos Morais, de 33 anos, que comandava a aeronave que levou os ex-líderes de facção Primeiro Comando da Capital (PCC) Rogério Jeremias de Simone, o 'Gegê do Mangue', e Fabiano Alves de Souza, o 'Paca', até à morte, tentou suicídio dentro da Penitenciária Federal de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, no último dia 18 de setembro. As informações são do Portal UOL. 

De acordo com o site, após a tentativa, médicos prestaram os primeiros socorros ao piloto na unidade. Ele teria passado por avaliação de saúde e não teria sido necessário a sua condução pela unidade de resgate para atendimento hospitalar externo. 

Segundo o portal, o piloto "foi incluído no protocolo de atendimento e acompanhamento para casos de risco ou tentatívia de suicídio e vem recebendo assistência psicológica". 

Felipe Ramos Morais é um dos réus do processo que apura a responsabilização pelas mortes de 'Gegê do Mangue' e 'Paca'. Ele argumenta que pilotou a aeronave sob coação e não sabia que ela levaria os executores dos então líderes do PCC

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança