PF cumpre mandados contra suspeitos de comprar produtos eletrônicos com dinheiro falso em Fortaleza

Os mandados de busca e apreensão foram contra dois homens. Segundo as investigações, um dos suspeitos comprou um relógio por R$ 950 em cédulas falsas

A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira, (27), em Fortaleza, dois mandados de busca e apreensão com objetivo de combater crime de distribuição de moeda falsa.

A polícia afirmou que as investigações decorreram de inquérito policial instaurado há um mês para apurar participação dos dois suspeitos na compra de produtos eletrônicos com uso de cédulas de real falsas, por meio de popular aplicativo e site de vendas. 

De acordo com a polícia, os suspeitos utilizaram-se de apelidos ou "nicknames" em aplicativo de vendas para a prática ilícita investigada, ocultando as suas reais identidades. 

No transcorrer do cumprimento das ordens judiciais, um dos suspeitos confessou um dos fatos investigados, detalhando aos policiais que adquiriu um relógio anunciado no aplicativo por R$ 950, em setembro de 2020, pagando em moeda falsa, cédulas com valor de R$ 100 e 50, obtidas pelo outro suspeito e que já revendeu o equipamento em seu local de trabalho. 

 

Crimes previstos

Os investigados responderão pelo crime de moeda falsa, previsto no artigo 289 do Código Penal, cuja pena varia de 3 a 12 anos de reclusão. As investigações continuam, com a análise dos equipamentos eletrônicos e mídias apreendidos nas residências dos suspeitos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança