Pedido de resgate de sequestro de mulher em Moraújo seria de R$ 1 mi; crime era planejado há um mês

Informação foi repassada em depoimento pelo mandante do crime, Calebe Barbosa do Carmo, empresário de 25 anos, preso na madrugada desta sexta-feira (18), em Sobral

Legenda: Casa onde mulher foi mantida em cativeiro fica na zona rural do município
Foto: Divulgação/Polícia Civil

O suspeito de comandar o sequestro de uma mulher em Moraújo, no interior do Ceará, confessou à polícia que planejava o crime há cerca de um mês e que pretendia pedir um resgate no valor de R$ 1 milhão. A vítima foi raptada nesta quinta-feira (17). As informações foram divulgadas na tarde desta sexta-feira (18) pela Secretaria da Segurança Pública. 

O homem foi preso durante a madrugada desta sexta-feira na cidade de Sobral. Ele possui passagens pela polícia por crimes de roubo, receptação, crime contra a incolumidade pública e posse de drogas. Outros três envolvidos no sequestro estão sendo procurados.

Em depoimento, Calebe Barbosa do Carmo, empresário de 25 anos, confessou que a intenção era conseguir dinheiro da família da vítima em forma de moeda virtual, conhecida como bitcoins. Os suspeitos já tinham roubado joias e dinheiro presentes na bolsa da mulher no momento em que a levaram. 

O objetivo do mentor do crime era atingir os filhos da vítima, com os quais ele tinha feito alguns investimentos em criptomoedas. Por ter tido prejuízo nos negócios, ele tomou a decisão de arrebatar a vítima. Para tanto, o suspeito chegou a viajar algumas vezes para a cidade de Tianguá para observar a rotina da vítima. Os comparsas que o auxiliaram na ação criminosa iriam receber cerca de R$ 10 mil como recompensa.

Calebe foi autuado em flagrante por roubo majorado pelo concurso de pessoas e pela restrição da liberdade da vítima, associação criminosa e por extorsão mediante sequestro, podendo pegar até 15 anos de prisão.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados