"Nenhuma instabilidade foi registrada", garante secretário de Administração Penitenciária

Luis Mauro Albuquerque destacou que o Estado vem conseguindo manter o controle dentro das grandes unidades prisionais

A sequência de ataques no Ceará chega ao 9º dia e, junto a isso, permanecem as intervenções dentro das unidades prisionais do Estado. Em entrevista exclusiva ao Sistema Verdes Mares, o titular da Secretaria de Administração Penitenciária, Luis Mauro Albuquerque, garantiu que a situação dentro das prisões está sob controle do Governo e mais transferências para presídios federais acontecerão em breve. 

 

SVM: Como está situação dentro das unidades depois dos ataques?

LM: Dentro da normalidade. Nenhuma instabilidade foi registrada nas grandes unidades prisionais ao longo desta semana. 

 

SVM: Quantos detentos foram transferidos e quantos ainda faltam ser transferidos?
LM: Vinte e um presos foram transferidos para presídios federais. Novas transferências serão realizadas. 


SVM: Qual o critério de escolha dos detentos que está sendo transferidos? 
LM:Por medida de segurança, essas informações não podem ser divulgadas.

 

SVM: Qual a identificação dos transferidos? Eles integram facções? Quais? São líderes de alguma facção? 
LM: Por medida de segurança, esses dados ainda não serão divulgados. 

 

SVM: As visitas na CPPL 1 e CPPL 3 foram restabelecidas? 
LM: Ainda não. As unidades permanecem com as visitas suspensas.


SVM: Qual o critério para a escolha do presídio de Mossoró?
LM: A distribuição de presos nos presídios federais é de competência do Ministério da Justiça e Segurança Pública.
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados