Mulher e cúmplice são presos após roubar o auxílio emergencial de mulher e matá-la por vingança

A mulher confessou o crime as autoridades policiais e disse que foi motivado por vingança

A mulher foi presa no Bairro Picuí, em Caucaia
Foto: Reprodução/PMCE

Uma mulher e um cúmplice foram presos pela polícia nesta quinta-feira (16) após assassinare a golpes de faca Maria Denisiane Correia de Azevedo, em Caucaia. Segundo testemunhas, a dupla roubou o dinheiro do auxílio emergencial da vítima. 

O corpo foi localizado por moradores às margens do Rio Maranguapinho, na Avenida Integração, em Caucaia, nesta quarta-feira (15). A Perícia Forense (Pefoce) identificou 21 lesões de faca na região da cabeça e do pescoço. 

A principal suspeita, identificada como Maria Rosimar do Nascimento Santos, 41 anos, confessou o crime à polícia. Segundo os agentes, o assassinato foi motivado por vingança. A vítima respondia na justiça por tentativa de homicídio contra Rosimar. 

O coronel Silveira, do 12° Batalhão da Polícia Militar, em Caucaia, afirmou que testemunhas viram Rosimar chegar em casa com manchas de sangue. "Ela relatou que, as primeiras cinco facadas, ela desferiu, e que o comparsa segurava a vítima. Isso por conta de uma briga de três anos atrás, em que a vítima havia lesionado nela", explicou. 

O esposo da vítima disse à polícia que ela havia recebido auxílio emergencial.  "Ele [companheiro de Denisiane] nos informou que ela havia acabado de receber o auxilio emergrncial. As testemunhas afirmaram que os criminosos também subtraíram esse dinheiro [do auxílio emergencial]. Ela se vingou e praticou crime de latrocínio", disse o coronel.

A dupla foi presa e levada para a Delegacia Metropolitana de Caucaia, responsável pelas investigações do crime.