MPCE alerta para golpe que pede dados pessoais para cadastro de vacinação contra Covid-19

Suspeitos solicitam dados pessoais via WhatsApp em nome do órgão para suposto agendamento

alerta golpe mpce
Legenda: Falso pedido é enviado por meio do WhatsApp, sinaliza MPCE
Foto: Reprodução/Redes sociais

O Ministério Público do Ceará (MPCE) alertou nesta segunda-feira (8) que não solicita dados pessoais para cadastramento em vacinação contra a Covid-19. Os pedidos que usam o nome do órgão com essa finalidade são golpes virtuais, esclareceu o promotor de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Cidadania, Enéas Romero Vasconcelos.

"O Ministério Público esclarece que não existe qualquer pedido de dado para qualquer pessoa para fins de vacinação por parte desse órgão até porque o Ministério Público não tem a função legal de vacinar as pessoas", pontuou. 

Enéas complementa ainda que a execução do plano de vacinação é tarefa das secretarias municipais e estadual de Saúde do Ceará. Portanto, quem receber qualquer solicitação de dados deve ficar atento para a veracidade da demanda via WhatsApp. 

"É importante que as pessoas tenham muito cuidado e não forneçam dados para ninguém pedido em wpp. Se for o caso, entre diretamente no site do órgão e verifique se a informação é correta e, se de fato, é necessário informação a mais", justifica o promotor. 

No último sábado (6), o MPCE já havia sinalizado para um falso agendamento para vacinação da Covid-19. O crime foi alertado em curto comunicado nas redes sociais do órgão. 



 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança