Motociclista morre após ser atingido por carro que o perseguia no Jardim das Oliveiras

A vítima era suspeita de cometer assaltos, segundo testemunhas. Uma casa foi atingida e teve parte da fachada derrubada após a perseguição

Legenda: Com o impacto, a fachada de uma casa do bairro acabou ficando completamente destruída, bem como a dianteira do carro
Foto: Foto: VC Repórter

O motorista de um carro perseguiu e matou atropelado um homem suspeito de praticar assaltos em uma motocicleta no Bairro Jardim das Oliveiras, em Fortaleza, na manhã deste domingo (24). Durante a ocorrência, o suspeito circulava acompanhado de uma adolescente na garupa. Ela tinha 15 anos e foi apreendida pela Polícia Militar. 

Durante a perseguição, o veículo acabou invadindo uma residência situada na Avenida Desembargador Faustino Albuquerque e destruiu parte da fachada da casa. O suspeito de praticar assaltos foi atingido durante a colisão, mas nenhum dos moradores ficou ferido. 

A vítima e caída no chão e acabou morreu alguns minutos após ser atingida pelo veículo. Sem ferimentos mais graves, a adolescente foi levada para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), no Bairro São Gerardo.

Segundo moradores da região, o motociclista e motorista trafegavam em alta velocidade.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social afirmou que, após tomarem conhecimento de que um casal estaria praticando roubos em uma motocicleta, policiais militares iniciaram diligências para capturar a dupla e, durante o patrulhamento, foram informados de que a moto utilizada pelos suspeitos teria colidido com uma árvore. Em nota, a secretaria informou que um inquérito foi instaurado para apurar as circunstância da morte

"Após buscas, uma adolescente de 15 anos foi capturada próximo ao local do crime. A adolescente estava em posse de uma pistola cal. 40 e uma mochila contendo seis aparelhos celulares", disse a SSPDS. A adolescente foi ouvida e um ato infracional análogo ao crime de roubo foi lavrado contra ela.

Não há informações sobre a identificação do suspeito ou se ele possuía antecedentes criminais e mesmo se o homem que o perseguiu teria sido a vítima do assalto.