Morte de blogueiro que denunciava tráfico completa 4 anos e Polícia Civil não concluiu diligências

Em outubro de 2020, o MPCE apresentou denúncia acusando dois homens pela morte de Luiz Gustavo da Silva e solicitou à Polícia Civil mais diligências

blogueiro morto aquiraz
Legenda: A vítima tinha um blog e frequentemente vinha escrevendo sobre o tráfico de drogas em Aquiraz
Foto: Reprodução/Facebook

A morte do blogueiro Luiz Gustavo da Silva completou quatro anos nessa segunda-feira (14), e o caso parece estar longe de um desfecho na Justiça. No mês de outubro de 2020, o Ministério Público do Ceará (MPCE) apresentou denúncia acusando dois homens pelo homicídio e solicitou mais diligências à Polícia Civil do Ceará.

Nessa segunda-feira (14), a Polícia informou que as diligências permanecem em curso e que "ao final dos trabalhos policiais, a Delegacia Metropolitana de Aquiraz remeterá o caso à Justiça" 

O órgão ministerial requereu que fosse dada continuidade às "diligências imprescindíveis", como: obter e juntar aos autos o laudo do celular da vítima encaminhado à Perícia Forense do Ceará (Pefoce), anexar o laudo do projétil, identificar, localizar e interrogar um homem apontado por uma testemunha como possível coautor do crime, e investigar e elaborar relatório complementar para esclarecer se houve mandante ou outro cúmplice além dos dois denunciados. 

Mesmo sem as demais informações da Polícia Civil, o Judiciário acolheu a denúncia tornando Patrick Ferreira, o 'Gordinho da Bros', e Cleyson Silva dos Santos Filho, o 'Palhaço', réus pelo crime. A acusação apontou que a dupla integra uma organização criminosa e matou Luiz Gustavo devido às notícias e denúncias que a vítima publicava em seu blog.  Ambos acreditavam que Gustavo era informante da Polícia e por isso falava sobre o tráfico de drogas na região de Aquiraz, Região Metropolitana, onde o crime aconteceu.

O crime

Por volta das 21h30 do dia 14 de junho de 2017, Luiz Gustavo foi atingido pelos disparos de arma de fogo, enquanto estava em frente a sua residência. A vítima havia chegado ao local há poucos minutos na companhia da namorada, em uma motocicleta.

No momento em que a mulher desceu da moto para abrir o portão da residência, dois homens saíram do interior de uma casa próxima, que estava em obras, e começaram a efetuar os disparos de arma de fogo contra Luiz Gustavo. O laudo cadavérico mostrou que um dos tiros atingiu as costas do blogueiro, indicando que os acusados se utilizaram de recurso que impossibilitou defesa da vítima. A dupla fugiu a pé.

"Segundo informações, o Bairro do Piau, local onde ocorreu o crime, é uma área com forte influência de organização criminosa e neste local impera a malsinada "lei do silêncio" onde os traficantes impõe aos moradores e testemunhas locais que ninguém preste qualquer informação à Polícia ou à Justiça sobre os crimes cometidos pelos membros da facção criminosa como o objetivo, assim, de alcançar a impunidade dos crimes já praticados e impunidade dos crimes que estejam praticando de conduta permanente, a exemplo do crime de tráfico de drogas"
Ministério Público do Ceará

Acusações

Conforme o MPCE, uma testemunha reconheceu Cleyson como um dos autores do crime. O denunciado já contava com vasta ficha criminal com antecedentes pelos crimes de roubo e receptação. 

Já o denunciado Patrick Ferreira é considerado pelas autoridades como de alta periculosidade, com antecedentes por roubo, tráfico de drogas e homicídios. Patrick foi preso em outubro do ano passado, a partir de um mandado de prisão preventiva expedido pelo Poder Judiciário. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança