Homem é vítima de bala perdida enquanto passeava com cachorro no Bairro Aerolândia

Um grupo chegou em um carro atirando contra jovens que estavam em um campo de futebol. Na correria, Edson Ramos de Neto acabou sendo atingido por disparos de arma de fogo e morreu no local

Campo do Corinthians
Legenda: Edson tinha o costume de passear com o cachorro todas as noites na calçada do campo
Foto: Rafaela Duarte

Um homem de 57 anos morreu vítima de bala perdida, após ocupantes de um carro chegarem atirando em um campo de futebol, na Rua Cinderela, Bairro Aerolândia em Fortaleza. A vítima, identificada como Edson Ramos Neto, estava passeando com um cachorro quando foi surpreendido com os disparados de arma de fogo, na noite desta sexta-feira (16).

O crime aconteceu em um local conhecido como “Campo do Corinthians”, na comunidade popularmente chamada de “Areal”. Um grupo com pelo menos quatro homens, chegou usando um veículo em alta velocidade, e efetuando diversos disparos de arma de fogo contra alguns rapazes que estavam na calçada do campo. Todos os jovens conseguiram fugir do local sem ferimentos, mas Edson foi lesionado por dois disparos, e faleceu na calçada do local.

Os policiais do 19º Batalhão de Polícia Militar atenderam a ocorrência e afirmaram que o homem foi vítima de bala perdida. Contudo, não foi possível afirmar se o ocupante do carro atirou contra apenas um jovem do grupo que fugiu, ou se todos eram alvos dos tiros.

As testemunhas no local comentaram que Edson era morador da região e era um homem muito “calmo e querido”, e que ele passeava com o cachorro na calçada do campo todas as noites. Com a correria causada pelos disparos, o cachorro de Edson fugiu.

Os policiais ainda informaram que Edson morava em uma casa com a irmã mais velha, que já é idosa, e por motivos de saúde ela não foi ao local. O crime vai ser investigado por agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Fortaleza.

Até a publicação desta matéria, ninguém foi preso. O Sistema Verdes Mares aguarda mais informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) sobre o crime.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança