Homem é preso em flagrante por fabricar armas para organização criminosa

Durante a ação da Polícia Civil, foram apreendidos fuzis, pistolas e metralhadoras

Um homem foi preso em flagrante no bairro Mondubim, nesta segunda-feira (3), por fabricar armas artesanais em casa. Airton Patrício Aquino, de 60 anos, fornecia os equipamentos bélicos para uma facção criminosa famosa no Ceará, cujo nome não foi revelado. As informações foram divulgadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará nesta terça-feira (4), durante coletiva de imprensa.

A prisão foi resultado de uma ação do 8º Distrito Policial (DP). Após receber uma denúncia anônima, a Poícia localizou Aquino, que foi preso em sua residência, onde fabricava as armas. No local, foram apreendidas 12 armas, incluindo fuzis, pistolas e metralhadoras, todas escondidas dentro da casa. O homem também produzia silenciadores e recarregava munições.

Airton Patrício foi autuado por fabricar armamento de uso exclusivo e por integrar organização criminosa, enquadrando-se nos artigos 16 e 12 do Código Penal.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança